ISTOÉ Gente

‘Lamentável’, diz Yasmin Brunet sobre sogra afirmar que modelo fez vídeo íntimo

‘Lamentável’, diz Yasmin Brunet sobre sogra afirmar que modelo fez vídeo íntimo

Nesta semana, Simone Medina afirmou que Yasmin Brunet, esposa de Gabriel Medina, gravou um vídeo íntimo que foi vazado, além de dizer que ela viveu um relacionamento homossexual. A modelo usou as redes sociais para se defender das acusações, que não atingiam apenas ela mas também sua mãe, Luiza Brunet.

Mais de Yasmin Brunet

+ Mãe de Medina compara Yasmin Brunet a ‘atriz pornô’ e colunista divulga conversa
+ Gabriel Medina apaga tatuagem feita para Leticia Bufoni; Yasmin Brunet desabafa após polêmica
+ Site afirma que Yasmin Brunet foi vetada das Olimpíadas por estar grávida


“Em respeito aos meus fãs e do Gabriel, eu quero me manifestar sobre algumas notícias que saíram essa semana. Uma delas diz que existiria um vídeo íntimo meu em posse de uma familiar do meu marido. Essa informação não procede. Não existe tal material. E nunca existiu. No entanto, eu preciso ressaltar que, mesmo que existisse, é lamentável querer diminuir uma mulher por exercer sua sexualidade. Lutamos para sermos livres para fazer o que quisermos, para ocupar lugares que nos foram negados por anos e mais anos… Para sermos donas de nossos corpos e desejos”, começou Yasmin.

“Não teria nada que me envergonhar e nenhuma mulher também não teria. Não compactuo com o machismo. Assim como a minha vida também não tem espaço para homofobia. Uma outra mentira criada para me atacar seria sobre um suposto relacionamento homoafetivo. Como se viver um amor fosse algo que me ofenderia… e me entristece esse tipo de atitude nos dias de hoje. Eu prezo pelo respeito às mulheres e por todos aqueles que vivem seus amores”, continuou.

“E só estou vindo a público porque eu e Gabriel estamos cansados dessa espetacularização da nossa vida. E para acabar também com essas especulações e criações, que são uma tentativa lastimável de tentar atacar a minha honra. Com ou sem vídeo, com ou sem um relacionamento homoafetivo, eu, todas as mulheres e todos os LGBTQIA+ merecemos respeito!”, finalizou Yasmin.

Veja o post de Yasmin nos stories:

Reprodução/Instagram