Economia

Klabin foca no Nordeste com nova fábrica de caixas de papelão ondulado no CE

A Klabin se prepara para ampliar sua presença na região Nordeste, com a instalação de uma fábrica de caixas de papelão ondulado em Horizonte, no Ceará. Segundo Douglas Dalmasi, diretor de Embalagem da maior produtora de embalagens do Brasil, a escolha da cidade, que fica a 30 quilômetros de Fortaleza, se deu por apresentar um local disponível com toda a estrutura necessária para a instalação da fábrica.

A primeira fase do investimento, já aprovada pelo conselho, tem um valor estimado de R$ 48 milhões. Com isso, a empresa terá acesso ao mercado, podendo iniciar as operações nos próximos meses. “Lutamos para entrar em operação ainda neste ano, mas talvez aconteça no início do próximo ano”, afirmou o executivo, em entrevista exclusiva ao Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado.

“Encontramos um terreno de um milhão de metros quadrados e um parque industrial de mais de 35 mil metros quadrados, com toda a infraestrutura necessária para a instalação de um parque industrial. Isso reduziu bastante o valor do investimento”, explica Dalmasi.

Nessa primeira fase, informa o executivo, a unidade produzirá apenas caixas de papelão ondulado, a partir de papel reciclado que virá de Pernambuco e fibras virgens que serão transportadas via cabotagem do Paraná e Santa Catarina.

Segundo ele, neste início a empresa também deve transferir capacidade das regiões Sul e Sudeste, onde tem realizado readequações, para a nova fábrica.

A próxima fase do investimento, de acordo com o executivo, ainda está sendo detalhada para aprovação do conselho.

A disputa por um novo local para a instalação da fábrica estava entre os Estados da Bahia, Pernambuco e Ceará, mas o último se mostrou mais estratégico, explica o executivo, ao facilitar o acesso também para a Região Norte.

Em relação ao aumento de capacidade de produção estimado com a entrada em operação da nova fábrica, Dalmasi diz que a empresa não está divulgando números.