ISTOÉ Gente

Kim Kardashian usa vestido de Marilyn Monroe e se emociona: ‘Eternamente grata’

Crédito: Reprodução/Instagram

'eternamente grata' (Crédito: Reprodução/Instagram)


Kim Kardashian sempre causa burburinho com seus looks em eventos. Com o Met Gala 2022 não seria diferente.

A influencer usou, nesta segunda-feira (02), o icônico vestido que pertencia à Marilyn Monroe, que ela usou ao cantar “Happy Birthday” para o então presidente dos Estados Unidos, John F. Kennedy.

A peça, em cor nude e cravejada com cristais, foi avaliada em mais de U$ 4 milhões (cerca de R$ 20 milhões) e é considerada o vestido mais caro vendido em leilão. Contudo, o vestido não pertence à Kardashian, mas sim ao Ripley’s Believe It Or Not Museum. Ela foi a única pessoa a usar a roupa, além da própria Monroe.

Primeiro, Kim experimentou uma réplica do vestido para saber se ele caberia. Depois disso, ele viajou com seguranças até a casa dela. Contudo, não vestiu como deveria. Por isso, a influencer teve que emagrecer para poder usar a herança de Marilyn para o mundo da moda. Após tirar o vestido, ela brincou no seu Instagram que estava “morrendo de fome” e mostrou várias caixas de pizza e donuts feitos no quarto da milionária. “Não como carboidrato e açúcar há quase um mês”, confessou.

“Eu estou muito honrada de estar usando o vestido icônico que Marilyn Monroe usou em 1962 para cantar Happy Birthday para o Presidente John F. Kennedy. É um maravilhoso vestido justo adornado com mais de 6.000 cristais costurados à mão por Jean Louis”, disse. “Serei eternamente grata por esse momento”, completou.

Instagram will load in the frontend.

Com informações da Caras e Vogue