Cultura

Kim Kardashian defende leis de armas mais rígidas

Após o tiroteio numa boate LGBT em Orlando no último domingo, 12, Kim Kardashian West se pronunciou no Twitter pedindo leis mais rígidas sobre o porte de armas de fogo.

“Estou realmente sem palavras. Para todos em Orlando afetados por este massacre, meus pensamentos, amor e orações estão com vocês”, disse a estrela do reality Keeping Up with the Kardashians em tuíte sobre o caso.

Kardashian ainda retuitou diversas postagens de outras pessoas que expressam sentimentos similares.

+ “Filho é um inferno e atrapalha”, diz Fábio Porchat sobre não querer ser pai

“Temos repetidamente pedido ao Congresso para fechar esta lacuna que torna mais fácil para as pessoas perigosas obterem armas e matarem. Nada mudou!!!! As pessoas continuam a morrer sem sentido. Quando essas leis de armas serão alteradas?”, ela ainda postou.

Veja também

+ A incrível história do judeu que trabalhou para os nazistas na Grécia
+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev
+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel
+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês
+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Educar é mais importante do que colecionar