Esporte

Kerber desbanca Serena no topo do ranking WTA com título do US Open

A alemã Angelique Kerber, campeã no sábado do US Open, desbancou Serena Williams No topo do ranking WTA, de acordo com a classificação publicada nesta segunda-feira, pondo fim a um reinado de 186 semanas da americana.

É a primeira vez desde fevereiro de 2013 que Serena não aparece no topo do ranking.

Kerber se tornou a primeira tenista alemã desde Steffi Graf a assumir a primeira colocação do tênis feminino.

A espanhola Garbiñe Muguruza recuperou a terceira colocação.

– Ranking do tênis feminino (WTA) em 12 de setembro de 2016:

1. Angelique Kerber (ALE) 8.730 puntos

2. Serena Williams (EUA) 7.050

3. Garbiñe Muguruza (ESP) 5.830

4. Agnieszka Radwanska (POL) 5.815

5. Simona Halep (ROU) 4.801

6. Karolina Pliskova (RTC) 4.425

7. Venus Williams (EUA) 3.815

8. Carla Suárez Navarro (ESP) 3.330

9. Madison Keys (EUA) 3.286

10. Svetlana Kuznetsova (RUS) 3.250

11. Victoria Azarenka (BLR) 3.121

12. Dominika Cibulkova (SLV) 3.100

13. Johanna Konta (GBR) 2.865

14. Timea Bacsinszky (SUI) 2.773

15. Roberta Vinci (ITA) 2.595

16. Petra Kvitova (RTC) 2.390

17. Anastasia Pavlyuchenkova (RUS) 2.255

18. Samantha Stosur (AUS) 2.200

19. Elena Vesnina (RUS) 2.114

20. Elina Svitolina (UCR) 2.101

meh/ol/am

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ Idoso morre após dormir ao volante e capotar veículo em Douradoquara; neto ficou ferido
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel