Brasil

Kalil revê desoneração de 280 servidores em BH


O prefeito de Belo Horizonte, Alexandre Kalil (PHS), cancelou a exoneração de 280 servidores municipais que faziam parte dos cerca de 2,8 mil cargos comissionados extintos um dia após a nova gestão tomar posse.

Entre as dispensas revistas em atos publicados na edição de sábado do diário oficial da capital mineira, 75 são da Procuradoria Geral do Município. A lista inclui ainda funcionários de pastas como Arrecadações, Tesouro, Gestão Administrativa e Recursos Humanos, bem como servidores da Guarda Municipal.

Após extinguir cargos comissionados, Kalil, no segundo dia do mandato, já havia adiantado que poderia readmitir “algumas” das pessoas que perderam os postos. Por outro lado, a prefeitura também considera realizar novos cortes para conter gastos.

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Descoberta no deserto do Kalahari leva a revisão da origem humana
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS