Brasil

Kalil convida Agostinho Patrus (PV) para ser vice na chapa ao governo de MG

O ex-prefeito de Belo Horizonte e pré-candidato ao governo de Minas, Alexandre Kalil (PSD), convidou o presidente da Assembleia Legislativa do Estado, deputado Agostinho Patrus (PV), para ser vice na chapa. O nome do deputado já havia sido cogitado, mas ganhou força por representar uma solução ao impasse na formação de aliança com o PT, que defende a vaga ao Senado na coligação. Como os petistas avançaram na federação com PV e PCdoB, a vice pertenceria à composição.

Como mostrou o Broadcast Político (sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado), a negociação entre PT e PSD na disputa em Minas tem como impasse a vaga pelo Senado na chapa majoritária. Enquanto ala petista defende a candidatura de Kalil ao governo com a indicação do deputado federal Reginaldo Lopes (PT) na disputa pelo Congresso, o PSD apoia a reeleição do senador Alexandre Silveira.


O convite a Patrus na vice poderia ser interpretado como sinalização aos petistas, visto que, com a concretização da federação, os partidos unificam-se durante o mandato. No entanto, Lopes afirmou ao Broadcast Político que “o PT não abrirá mão da candidatura ao Senado”. Segundo o deputado, o “PT não reivindica a vice, reivindica Senado”.

Lopes defende que a saída seria lançar ambas pré-candidaturas. “Podemos juntos fazer a campanha para Kalil e Lula”, completou.

A aliança entre as legendas é vista como conveniente para ambas as partes. Enquanto Lula busca a construção de palanque forte no segundo maior colégio eleitoral do País e Estado decisivo para as eleições presidenciais, Kalil acredita na imagem do petista para fortalecer a candidatura.