Esportes

Kaká faz estágio de gestão esportiva no São Paulo e acompanha treino de Ceni

O técnico Rogério Ceni teve a companhia de Kaká no treino desta terça-feira do São Paulo, no CT da Barra Funda. O ex-jogador, que fazendo o curso da CBF para tirar a Licença A de treinador, um estágio de gestão esportiva no clube onde iniciou a carreira de atleta.

Kaká, eleito o melhor jogador do mundo em 2007, quando atuava pelo Milan, fez estágio semelhante no ano passado também no São Paulo. “O ídolo tricolor começará a frequentar diversos departamentos para aprender sobre cada área que envolve o futebol. Ele também estará presente no dia a dia do clube”, informou um comunicado do clube nas redes sociais.


Nesta terça-feira, ao lado também de Muricy Ramalho, Kaká observou a reapresentação do elenco após a vitória de domingo, por 1 a 0 , sobre o Internacional, no Morumbi, e conversou com vários jogadores, entre eles o lateral-esquerdo Reinaldo no campo e com o zagueiro Miranda na academia.

“A vivência com o Rogério é maravilhosa, sempre tivemos uma relação muito boa, já jogando e depois com ele nessa fase de treinador. Agora estou fazendo o curso de treinador da CBF, Licença A, e preciso de 50 horas acompanhando um time profissional. Conversei com o Rogério, gostaria de aprender com ele, e cansou de ter essa possibilidade no São Paulo. Com certeza é um dos melhores treinadores que temos no Brasil, para mim é um privilégio”, disse Kaká.

“Estou em uma fase de estudo. Estou no meu quarto curso de gestão esportiva, que é uma área que eu gosto mais, e no meu primeiro como treinador. Esse é mais para eu entender um pouco como é. Estou nessa fase de estudar, ver como é, entender, participar, ver áreas diferentes, ter outra percepção das situações. Está sendo muito rica essa experiência”, completou o campeão mundial com a seleção brasileira em 2002.

“Eu sou muito agradecido ao Kaká. Em 2012, quando tive uma lesão no ombro, fui para Madri já vislumbrando essa profissão (de treinador) e o Kaká foi super gentil, abriu as portas. O Mourinho era o treinador do Real Madrid na época. Para mim, é uma retribuição. É um exemplo de pessoa, de jogador… Para mim é um prazer, ele sabe disso. Essas seriam as palavras mesmo se ele estivesse longe”, afirmou Ceni.