Esportes

Juventus faz 2 a 0 em 8 minutos, mas Tottenham empata e conquista boa vantagem

Parecia que a terça-feira seria totalmente da Juventus. Em menos de oito minutos, com dois gols de Higuaín, o time mandante abriu 2 a 0 em Turim. Mas, com direito depois a pênalti desperdiçado pelo atacante argentino, o Tottenham reagiu, empatou por 2 a 2 e obteve um grande resultado no jogo de ida das oitavas de final da Liga dos Campeões da Europa.

Assim, para o jogo da volta que será no dia 7 de março, no estádio de Wembley, em Londres, o Tottenham pode até empatar por 0 a 0 ou 1 a 1 que garantirá uma vaga nas quartas de final. À Juventus, resta ganhar ou empatar por um resultado maior do que 2 a 2 – se o placar se repetir, o duelo irá para a prorrogação.

As duas equipes entraram em campo nesta terça-feira com as expectativas relativamente invertidas. Atual vice-campeã da competição e uma das grandes forças europeias, a Juventus ficou atrás do Barcelona e foi segunda em seu grupo. Já o Tottenham, menos tradicional no cenário continental, surpreendeu o Real Madrid em sua chave e se classificou em primeiro.

Em apenas um minuto, no entanto, contando com um perigoso trio ofensivo formado por Douglas Costa, Higuaín e Mandzukic, a Juventus colocou as coisas em seu lugar. Logo no primeiro ataque, Pjanic cobrou falta ensaiada e tocou à meia altura para frente. O atacante argentino, então, bateu de primeira, de virada, e marcou um belo gol.

O que parecia tranquilo ficou ainda mais fácil aos oito minutos: após cruzamento, Davies cometeu pênalti em Bernardeschi. E, na cobrança, Higuaín marcou o segundo e completou o avassalador início da Juventus.

O Tottenham, então, apostando no talento de Dele Alli e Harry Kane, acordou para o duelo e criou algumas oportunidades. Mas foi a Juventus quem quase marcou novamente: Higuaín tabelou com Pjanic, driblou o marcador e finalizou rasteiro. Com Lloris batido, a bola raspou a trave e saiu.

Se o argentino ficou no quase aos 29 minutos, Harry Kane não desperdiçou a sua oportunidade cinco minutos depois. Recebeu bom lançamento, driblou Buffon e descontou para o time inglês. Gol que parecia não ter assustado a Juventus quando, aos 44, Douglas Costa fez grande jogada e foi derrubado dentro da área. Higuaín, então, teve a chance de fazer o seu terceiro – e enterrar a reação do Tottenham. Mas acertou o travessão.

A chance desperdiçada não desanimou a Juventus para o segundo tempo. O time mandante aproveitava o apoio da torcida, pressionava e criava boas oportunidades. O Tottenham, porém, logo demonstrou porque superou o Real Madrid na fase de grupos. E, aos 26 minutos, após Dele Alli sofrer falta na meia-lua, o meia dinamarquês Christian Eriksen bateu rasteiro e no canto de Buffon, surpreendeu o experiente goleiro e sacramentou o excelente resultado fora de casa.