Geral

Juventude sofre para vencer o Náutico, mas volta ao G-4 da Série B

Mesmo sofrendo muita pressão em seu próprio campo, o Juventude venceu o Náutico, por 1 a 0, neste sábado à noite, no estádio Alfredo Jaconi, pela 24ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. A vitória devolveu o time gaúcho ao G-4, a zona de acesso à primeira divisão, com 40 pontos, em quarto lugar.

Outros dois clubes estão com a mesma pontuação. Um deles é o Sampaio Corrêa, em terceiro lugar, por ter 12 vitórias. Outro é o Cuiabá, em quinto lugar, porque perde do Juventude pelo critério de saldo de gols: 13 a 4.

O Náutico continua ameaçado pelo rebaixamento, com 21 pontos, em 17º lugar. Mesmo longe de casa, o Náutico começou o jogo melhor, tentando buscar o ataque para sair na frente no placar. Tanto que assustou aos dois minutos quando balançou as redes com Erick, porém, o lance acabou cancelado por marcação de impedimento.

O Juventude sentiu a pressão e tentou cadenciar o jogo, mesmo que só esperando o contra-ataque para chegar no ataque. Ou então, dentro da esperada armação do meia Renato Cajá, o “cérebro” do time gaúcho.

No começo do segundo tempo, o Juventude abriu o placar. Capixaba recebeu pelo lado direito, desceu em diagonal e bateu cruzado. A bola desviou na defesa e atrapalhou a defesa, fazendo 1 a 0 logo no primeiro minuto. O Náutico quase empatou em seguida, aos quatro minutos, quando o zagueiro Ronaldo Alves desviou de cabeça e acertou a trave. Aos 11, Kieza chutou forte e Marcelo Carné espalmou.


+ Grávida do quinto filho, influenciadora morre aos 36 anos
+ Após assassinar a esposa, marido usou cartão da vítima para fazer compras e viajar com amante

O time da casa optou muito cedo para segurar o resultado e acabou sendo bastante pressionado. Aos 28, Kieza quase empatou ao dar uma meia bicicleta e exigir grande defesa de Marcelo Carné. O atacante continuava dando trabalho e, aos 30, ele foi empurrado por Wellington, pediu pênalti, mas não foi atendido.

O técnico Pintado usou bem as suas trocas e reforçou a marcação, com a clara disposição de garantir o resultado. Apesar do sufoco, a vitória foi confirmada.

O Juventude volta a campo na próxima quarta-feira, quando enfrenta o Botafogo, em ribeirão preto, pela 25ª rodada. O Náutico vai tentar a reabilitação em casa diante do Guarani, na terça-feira, às 19h15.

FICHA TÉCNICA:

JUVENTUDE 1 x 0 NÁUTICO

JUVENTUDE – Marcelo Carné; Wellington Silva, Wellington, Odivan e Eltinho (Igor); João Paulo, Gustavo Bochecha (Gabriel Bispo) e Renato Cajá; Capixaba (Roberto), Rafael Grampola e Rafael Silva (Gabriel Terra). Técnico: Pintado.

NÁUTICO – Anderson; Hereda, Camuntanga, Ronaldo Alves e Kevyn; Rhaldney (Paiva), Djvan (Ruy), Bryan (Dadá) e Jean Carlos; Kieza e Erick (Jorge Henrique). Técnico: Hélio dos Anjos.

GOL – Capixaba, a um minuto do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS – Capixaba (Juventude). Kieza, Erick, Jean Carlos e Anderson (Náutico).

ÁRBITRO – André Rodrigo Rocha (TO).

RENDA E PÚBLICO – Jogo sem torcida.

LOCAL – Estádio Alfredo Jaconi, em Caxias do Sul (RS).

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel