Mundo

Justiça libera publicação de livro de sobrinha de Trump

ROMA, 02 JUL (ANSA) – Um tribunal de apelações de Nova York suspendeu na noite desta quarta-feira (1º) a proibição temporária para a publicação do livro de Mary Trump, sobrinha do presidente norte-americano, Donald Trump. O pedido para impedir a publicação de “Too Much and Never Enough: How my Family Created the World’s Most Dangerous Man” (“Demais e Nunca Suficiente: Como minha Família Criou o Homem Mais Perigoso do Mundo”, em tradução livre), da editora Simon & Schuster, havia sido feito pelo irmão do presidente, Robert, alegando que a divulgação da obra viola um “acordo de privacidade” firmado por Mary em 2001.   

Segundo a mídia norte-americana, esse pacto será analisado pelo mesmo tribunal no dia 10 de julho. No entanto, durante esse período, a editora poderá voltar a imprimir a obra para distribuição posterior – já foram impressas 75 mil cópias.   

A princípio, a data de lançamento do livro de 240 páginas está mantida para o dia 28 de julho. Conforme analistas, a obra tem um potencial “explosivo” já que promete contar detalhes da rica família do presidente. Mary, cujo pai Fred, irmão do presidente, morreu em decorrência do alcoolismo em 1981, acusa a família de ser “tóxica” e de “desprezar e zombar” de seu pai. (ANSA)

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ 7 tendências de design de interiores que vão bombar em 2021
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel