Brasil

Justiça do Rio absolve estudantes presos em protesto de junho de 2013


O Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro (TJRJ) absolveu dois estudantes acusados de saquear a loja Bagaggio durante os protestos de 2013, no centro do Rio, contra o aumento da tarifa de ônibus. Eles respondiam pelo crime de furto qualificado em denúncia feita pelo Ministério Público.

Caio Brasil Rocha e Juliana Ismeria Campos Vianna foram presos em flagrante no dia 17 de junho daquele ano depois que policiais os acusaram de saquear malas do comércio. No processo, foi comprovado que a loja não comercializava as malas apreendidas com os jovens, embora tenha, de fato, sido saqueada durante o protesto.

As malas apreendidas com Juliana e Rocha foram retiradas de uma caçamba de lixo para que eles pudessem se proteger do gás de pimenta e balas de borracha lançados pela polícia durante o ato.

Na sentença, o juiz Marcello de Sá Baptista, da 14ª Vara Criminal da Capital, afirmou que os acusados devem ser absolvidos, já que a conduta criminosa narrada na denúncia não ocorreu.

“Assim sendo, julgo improcedente os pedidos formulados pelo Ministério Público na denúncia, sendo ambos os acusados absolvidos das acusações contidas na denúncia, sendo o processo extinto”, afirmou.

Saiba mais
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Sprinter vira motorhome completo; conheça o modelo
+ Mulher chama a polícia ao desacreditar que nova vizinha, de 20 anos, era proprietária do imóvel
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Médicos encontram pedaço de cimento em coração de paciente durante cirurgia
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio