Geral

Justiça condena 4 mulheres acusadas de integrar quadrilha do ‘novo cangaço’

Crédito: Reprodução

Quatro mulheres foram condenadas em março a nove anos de prisão em regime fechado pela 2ª Vara Criminal de Botucatu, no interior de São Paulo, pelo crime de associação criminosa, acusadas de integrar um grupo de assaltantes que praticam a modalidade conhecida como “novo cangaço”.

Karine Olivo Bittencourt, de 31 anos, Camila Alves da Silva Miranda, de 25, Naomi Winnie de Franca, de 26 anos, e Kelly Aparecida Monteiro Senhorinho, de 23, cumprem pena na Penitenciária Feminina de Votorantim (SP). As informações são do colunista Josmar Jozino, do UOL.

De acordo com a Polícia Civil, as mulheres ajudaram a socorrer e a dar fuga para os líderes da quadrilha que integravam, os irmãos Carlos Wellington Marques de Jesus e Carlos Willian Marques de Jesus, de 36 anos, conhecidos como “gêmeos do crime”.

No “novo cangaço”, os bandidos levam pânico a cidades pequenas, explodindo agências bancárias e sitiando quartéis, delegacias e postos policiais.

Ainda segundo o UOL, Carlos Willian, conhecido como “Grandão”, foi baleado em um tiroteio com policiais militares no roubo ao Banco do Brasil de Botucatu, em 29 de julho do ano passado. Carlos Wellington, conhecido como “Irmão do Grandão”, também participou da ação. Os ladrões roubaram R$ 2 milhões e a agência ficou destruída com a explosão.


+ Mãe conta à polícia que ateou fogo e matou bebê por ‘vergonha’ de ter a gravidez descoberta
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Youtuber é perseguido por jacaré de três metros: veja vídeo



Além das quatro mulheres, Ademir Ventura da Silva, de 42 anos, também foi preso por estar envolvido com a gangue quando retornavam a São Paulo quatro dias após o assalto. Ele foi condenado a 10 anos e 6 meses.

Carlos Willian, o “Grandão”, foi preso em 30 de outubro do ano passado, em São Paulo, quando estava na mesa de cirurgia de uma clínica médica para extrair a bala do tiro que tomou. Seu irmão, Carlos Wellington, foi preso em 26 de fevereiro deste ano.

Segundo o UOL, os dois também são acusados de participar dos roubos às agências bancárias de Bauru, em fevereiro de 2018, e em Ourinhos, em maio de 2020. Carlos Wellington também é suspeito de estar envolvido em outro roubo em Araraquara, em novembro do ano passado.

Veja também

+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tenha também a Istoé no Google Notícias
+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS