Economia

Justiça britânica se pronuncia contra Volkswagen pelo dieselgate

Justiça britânica se pronuncia contra Volkswagen pelo dieselgate

Ativistas do Greenpeace protestam em frente ao Tribunal de Londres, em 27 de março de 2018 - AFP/Arquivos

Um tribunal britânico decidiu a favor de dezenas de milhares de motoristas que processaram a Volkswagen depois que se consideraram prejudicados pelo escândalo dos motores a diesel manipulados, anunciaram nesta segunda-feira os advogados dos demandantes.

A Alta Corte de Londres decidiu que a Volkswagen instalou um “software” nos carros vendidos no Reino Unido com o objetivo de superar os testes de emissões de poluentes, informaram os advogados em um comunicado.

O tribunal ainda não decidiu qual a compensação para os 91.000 demandantes, alguns dos quais poderiam recuperar parte do dinheiro gasto em seus carros das marcas Volkswagen, Audi, Seat e Skoda.

O caso, iniciado em 2015, pode finalmente ser o maior processo movido por consumidores na história britânica.

Em um comunicado divulgado nesta segunda-feira após a decisão, a Volkswagen disse que “o caso continua”, que os demandantes não sofreram perdas e não devem ser compensados.

+ Consulado chinês nos EUA é fechado e provoca nova crise
+ As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

Também afirmou que está considerando a possibilidade de recurso.

No total, cerca de 1,2 milhão de veículos Volkswagen, Audi, Seat e Skoda foram afetados no Reino Unido pela fraude reconhecida no final de 2015 pelo grupo alemão, que vendeu um total de 11 milhões desses carros a diesel em todo o mundo.

Veja também

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?