Geral

Justiça autoriza nova quebra de sigilo bancário do apóstolo Valdemiro Santiago

Crédito: Reprodução

A Justiça de São Paulo autorizou uma nova quebra de sigilo bancário dos últimos três anos do apóstolo Valdemiro Santiago, fundador da Igreja Mundial do Poder de Deus. O religioso é réu em um processo por falta de pagamento de aluguel na cidade de Carapicuíba, em São Paulo. As informações são do G1.

A decisão foi tomada pela juíza Rossana Luiza Mazzoni de Faria, da 4ª Vara Cível de Carapicuíba, que investiga “eventual confusão patrimonial” entre as contas de Valdemiro e da Igreja Mundial.

O proprietário do imóvel cobra cerca de R$ 241 mil em aluguéis não pagos pela igreja de Valdemiro, e pretende que o apóstolo, assim como o atual presidente da igreja, Mateus Machado de Oliveira, sejam responsabilizados pela dívida.

Carlos Alberto Pereira, advogado que representa o dono do imóvel, diz no processo que há indícios de que valores doados pelos fiéis da igreja foram “ocultados” nas contas bancárias de Valdemiro.

Em sua decisão, a juíza diz que embora “o réu Valdemiro Santiago de Oliveira tenha alegado que não possui qualquer relação jurídica com o autor, não se pode ignorar sua participação ativa na Igreja Mundial do Poder de Deus. Assim, oficie-se ao SISBAJUD para quebra do sigilo bancário nos últimos três anos e do INFOJUD para que traga aos autos as três últimas declarações de imposto de renda do pólo passivo”.

Veja também
+ Nicole Bahls já havia sido alertada sobre infidelidade do ex-marido
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Chef playmate cria receita afrodisíaca para o Dia do Orgasmo
+ ‘Transo 15 vezes na semana’, diz Eduardo Costa ao revelar tratamento por vício em sexo
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Anorexia, um transtorno alimentar que pode levar à morte
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago