Finanças

Juros dos bônus do governo do Japão atingem mínima recorde com aversão ao risco


Os juros dos bônus do governo do Japão atingiram nesta quinta-feira novo recorde de baixa, em uma mostra do apetite forte dos investidores por ativos mais seguros, após a decisão do Banco do Japão (BoJ, na sigla em inglês) de manter a política monetária. O juro do bônus de 10 anos (JGB) atingiu o recorde de -0,210% durante o pregão asiático, antes de ficar em -0,205% por volta das 3h (de Brasília). Os juros recuam conforme o preço do bônus sobe.

O juro do bônus de 10 anos caiu após o Federal Reserve, o banco central norte-americano, manter a política monetária e sinalizar um tom “dovish” – favorável a uma política monetária mais frouxa – em sua comunicação, na tarde da quarta-feira. Mais dirigentes do Fed agora esperam apenas uma elevação nos juros nos EUA neste ano.

O estrategista sênior Masahiro Ichikawa, da Sumitomo Mitsui Asset Management, disse que, com o novo recorde de mínima registrado nos juros do bônus de 10 anos japoneses, houve um pouco de realização de lucros entre investidores. As compras, porém, continuaram a ocorrer após o BoJ manter a política. Segundo o estrategista, investidores buscaram fugir do risco, em dia de queda na Bolsa de Tóquio e de valorização forte do iene.

Os juros dos bônus de 20 e 30 anos recuaram a mínimas históricas, em 0,095% e 0,150%, na tarde de quinta-feira. O juro do bônus de 40 anos atingiu também recorde de mínima, em 0,200%. Fonte: Dow Jones Newswires.





Tópicos

bônus cautela Japão