Economia

Juros curtos sobem e longos caem com ata e discurso do governo sobre fiscal

A curva de juros sustentou durante a tarde desta terça-feira, 26, a desinclinação induzida desde cedo pela leitura da ata do Copom, que foi reforçada pelo discurso do governo de comprometimento com a disciplina fiscal e pela queda do dólar. O documento, considerado mais “hawkish” do que o esperado, capitaneou o movimento de alta das taxas de curto prazo e forte recuo das longas, ao revelar que os membros do colegiado discutiram a possibilidade de iniciar o aperto monetário já na reunião da semana passada.

Com isso, as apostas de elevação da Selic ganharam força, com parte do mercado antecipando o cenário de abertura do ciclo para março. Na precificação para o próximo Copom, a curva já mostra maior probabilidade (em torno de 60% de chance) de um aumento de 0,5 ponto porcentual da taxa básica. O IPCA-15 de janeiro veio levemente abaixo da mediana das estimativas, mas com abertura considerada ruim, o que endossou a mensagem do BC.

A taxa do contrato de Depósito Interfinanceiro (DI) para janeiro de 2022 subiu de 3,393% no ajuste de sexta-feira para 3,425% (regular) e 3,400% (estendida) e a do DI para janeiro de 2027 caiu de 7,508% para 7,300% (regular) e 7,320% (estendida). O DI para janeiro de 2023 fechou a sessão regular e a estendida com taxa de 5,080%, de 5,199% no último ajuste, e a do DI para janeiro de 2025 terminou em 6,62% (regular) e 6,63% (estendida), de 6,80%.

No fim da tarde, a curva já tinha 40 pontos-base de aumento para a Selic em março, segundo a gestora de renda fixa da MAG Investimentos, Patricia Pereira, ou mais ou menos 60% de chance de alta de 0,5 ponto porcentual e 40% de possibilidade de alta de 0,25 ponto. “E a curva tem aumentos na casa dos 50 pontos mais ou menos o ano todo”, explicou.

Na ata, alguns membros do Copom julgaram que o BC deveria reduzir grau “extraordinário” de estímulos e que o início da normalização parcial deveria ser considerado. Várias instituições anteciparam o cenário de início do ciclo de contração monetária para março, entre elas Itaú Unibanco, Credit Suisse e BofA.


+ Rapper implanta diamante de R$ 128 milhões no rosto
+ PR: Jovem desaparecida é encontrada morta; namorado confessa crime
+ Galo bota ovos e surpreende moradores de Santa Catarina

Na avaliação do operador de renda fixa da Nova Futura, André Alírio, a ata, mais os discursos do presidente Jair Bolsonaro e do ministro da Economia, Paulo Guedes, e o alívio do câmbio retiraram boa parte da pressão que as taxas vinham sofrendo na semana passada em função das preocupações com a volta do auxilio emergencial e do processo conturbado de vacinação contra a covid-19. “O mercado está devolvendo o que subia até sexta-feira”, disse.

Enquanto o presidente prometeu manter o compromisso com a regra do teto de gastos e a aceleração da agenda de privatizações, Guedes indicou que, caso o governo tenha de acionar um protocolo de crise, se o quadro da covid-19 no País se agravar, terá de haver contrapartidas. Era o que o mercado, tenso com a cada vez mais elevada chance de resgate do auxílio emergencial, queria ouvir. Tanto ele quanto Bolsonaro participaram de evento realizado pelo Credit Suisse pela manhã.

A terça-feira teve ainda o IPCA-15 de janeiro, que desacelerou a 0,78% (1,06% em dezembro), mais do que apontava a mediana das estimativas, de 0,81%, mas não foi o suficiente para evitar a alta da ponta curta. “Veio mais baixo do que o esperado, mas a abertura trouxe núcleos mais pressionados. Então, acaba indo no sentido do que apontou a ata”, explicou Patricia, da MAG.

Veja também

+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Aprenda 5 molhos fáceis para aproveitar o macarrão estocado
+ Aprenda a preparar o delicioso espaguete a carbonara
+ Vídeo: o passo a passo de como fazer ovo de Páscoa
+ Cientistas desvendam mistério das crateras gigantes da Sibéria
+ Sexo: saiba qual é a melhor posição de acordo com o seu signo
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Como fazer seu cabelo crescer mais rápido
+ Veja os lugares inusitados onde famosos já fizeram sexo
+ Como saber se um pisciano está apaixonado por você? Descubra como Peixes reage ao amor!
+ Vem aí um novo megaiceberg da Antártida
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

Tópicos

taxas de juros