ISTOÉ Gente

Jurados do ‘Masterchef’ têm mais conforto e poder: ‘Decisão não era 100% dos chefs’

Jurados do ‘Masterchef’ têm mais conforto e poder: ‘Decisão não era 100% dos chefs’

Jurados do 'Masterchef' têm mais conforto e poder: 'Decisão não era 100% dos chefs'

A chegada de Faustão melhorou as condições de trabalho para a equipe da nova temporada do “Masterchef Brasil”, da Band, que estreou há uma semana.



+ PR: Vereadora quer proibir a venda de alimentos em forma de órgãos sexuais
+ Autoescola pode deixar de ser obrigatória para tirar a CNH
+ Peixes vive num mundo só dele; 30 provas de que piscianos são muito diferentes
+ Geisy Arruda surge de Chapeuzinho Vermelho sexy

Isso é o que dizem integrantes da produção da nona edição da competição gastronômica, que está sendo gravada fora das dependências da emissora, no estúdio Vera Cruz, em São Bernardo do Campo.

“Ter um estúdio dedicado, exclusivo para o programa, trouxe mais estrutura e conforto para os jurados e participantes.

O novo espaço é enorme e os jurados, agora, têm camarins mais exclusivos com mais isolamento. Antes, ficavam junto com todos os outros da Band, era meio bagunçado”, contou uma fonte do programa à IstoÉ Gente., sobre o maior conforto para Erick Jacquin, Helena Rizzo e Henrique Fogaça.

“A Band também melhorou muito a estrutura do Morumbi (sede da emissora). A ida do Faustão, que grava o programa dele no estúdio que era do ‘Masterchef’, foi muito boa e ajudou”, completou.

Ainda segundo ele, os chefs também ganharam mais autoridade com algumas mudanças no sistema de avaliações dos candidatos.

“A decisão não era 100% dos chefs, tinha uma certa interferência dos outros participantes, como ‘o poder do mezanino’, o avental dourado. Agora, é comida e opinião dos chefs”, finalizou.