Esportes

Júnior Tavares volta aos treinos no São Paulo, mas não será reintegrado

Último clube do lateral-esquerdo foi o Portimonense, de Portugal. Jogador ficará treinando no CT da Barra Funda, mas não faz parte dos planos do técnico Fernando Diniz 

Júnior Tavares volta aos treinos no São Paulo, mas não será reintegrado

sob o comando de Rogério Ceni (Érico Leonan/saopaulofc.net)

O lateral-esquerdo Júnior Tavares voltou aos treinos no CT da Barra Funda. Após o término de seu contrato de empréstimo com o Portimonense, de Portugal, e também de suas férias, o jogador se reapresentou ao São Paulo no início desta semana. O defensor trabalhará diariamente no clube e cumprirá seu contrato, mas não será integrado ao elenco.

Revelado pelo Grêmio, mas com passagem consistente na categoria sub-20 do Tricolor, Júnior Tavares treinará em horários alternativos até que seu futuro seja decidido. O São Paulo entende que o jogador precisaria se adequar ao estilo de trabalho da nova comissão técnica e seu perfil não se encaixa. Atualmente, na posição, o elenco conta com Reinaldo e Léo Pelé.

Jogador polêmico, Júnior Tavares teve passagens por Sampdoria, da Itália, Rennes, da França, e Portimonense, de Portugal. O lateral não conseguiu se firmar em nenhum dos clubes. Seu contrato com o São Paulo vai até o fim do ano que vem e ambas as partes pretendem cumpri-lo, pelo menos até aparecer uma proposta pela compra do atleta.

O lateral não defende as cores do Tricolor desde 2018, quando perdeu espaço no elenco e acumulou problemas extracampo.

Veja também

+ A incrível história do judeu que trabalhou para os nazistas na Grécia

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar