O avião em que viajava o fundador do WikiLeaks, Julian Assange, aterrissou nesta quarta-feira (26, tarde de terça em Brasília) em uma ilha americana do Pacífico, onde se espera que ele se declare culpado perante um tribunal, como parte de um acordo que lhe permitirá recuperar a liberdade.

O australiano de 52 anos, processado pelas autoridades dos Estados Unidos por ter revelado centenas de milhares de documentos confidenciais, tem previsto comparecer diante de um juiz na ilha de Saipan nesta quarta-feira às 09h00 locais (20h00 de terça em Brasília).

oh-kaf/dw/hgs/dga/am