Ediçao Da Semana

Nº 2741 - 05/08/22 Leia mais

Uma juíza do distrito de Las Vegas, no estado americano de Nevada, rejeitou um processo de estupro movido contra o astro português Cristiano Ronaldo, punindo a equipe jurídica por trás da denúncia, segundo uma sentença judicial à qual a AFP teve acesso neste sábado.

A magistrada Jennifer Dorsey não acolheu a ação apresentada por Kathryn Mayorga, que alega ter sido abusada pelo jogador em um quarto de hotel em Las Vegas em 2009.

Em uma decisão de 42 páginas, Dorsey acusou os advogados da mulher de “abusos e evasão flagrante do processo de litígio adequado” e considerou como resultado que Mayorga “perde sua oportunidade de continuar com este caso”.

bbk/wd/gbv/llu