Comportamento

Judia de 85 anos foi assassinada em Paris por causa de sua religião, dizem juízes

Judia de 85 anos foi assassinada em Paris por causa de sua religião, dizem juízes

(Arquivo) Mireille Knoll em Paris em 27 de março de 2018 - AFP/Arquivos

Os juízes encarregados pela investigação da morte de Mireille Knoll, uma judia de 85 anos assassinada em Paris em março de 2018, classificaram o caso como homicídio por causa da religião da vítima, informaram fontes coincidentes nesta segunda-feira (13).

Os dois suspeitos, entre eles o filho de 30 anos de uma vizinha que conhecia a vítima desde a infância, comparecerão como solicitado pelo Ministério Público, acusados de assassinato, com o agravante de duas circunstâncias: o fato de que a vítima era uma “pessoa vulnerável” e que o ato foi cometido “devido a sua religião”.

Em 23 de março de 2018, o corpo da judia de 85 anos, portadora de Parkinson, foi encontrado com 11 facadas e parcialmente carbonizado em seu apartamento em Paris.

O caso gerou grande comoção, um ano após o assassinato em Paris de Sarah Halimi, uma judia de 60 anos que foi jogada de sua varanda.

“A senhora Knoll foi assassinada porque era uma pessoa idosa que não podia se defender, e porque inspirava um ódio particular devido a suas origens judaicas”, afirmou à AFP o advogado da família Knoll, Gilles-William Goldnadel.

+ Menina engasga ao comer máscara dentro de nugget do McDonald’s

Veja também

+ Seu cabelo revela o que você come (e seu nível socioeconômico)

+ Enio Mainardi, publicitário e pai de Diogo Mainardi, morre de covid-19

+ Relógio de R$ 3 milhões de Faustão é inspirado em supercarro da Bugatti; veja


+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Gésio Amadeu, o Chefe Chico de Chiquititas, morre após contrair Covid-19

+ Funcionário do Burger King é morto por causa de demora em pedido

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Bolsonaro veta indenização a profissionais de saúde incapacitados pela covid-19

+ Nascidos em maio recebem a 4ª parcela do auxílio na quarta-feira (05)

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?