Geral

Jovem teria matado gamer com espada; MP pede exame de insanidade mental

Crédito: Reprodução/ redes sociais - Reprodução/ TV Globo

O Ministério Público de São Paulo denunciou na quinta-feira (25) Guilherme Alves Costa, de 18 anos, pela morte da jogadora de eSports Ingrid Bueno. De acordo com a denúncia, o jovem teria usado uma faca e uma espada para assassinar a vítima.

Ainda conforme o promotor de Justiça Fernando César Bolque, há indícios de que o acusado tenha tentado degolar a vítima. Caso a denúncia seja aceita, Guilherme irá responder por homicídio doloso qualificado por motivo fútil e meio cruel.

No documento, o Ministério Público pede ainda um exame de insanidade mental do acusado. “Haja vista as circunstâncias em que o crime foi cometido, a frieza do denunciado ao gravar o vídeo, rindo pela bárbara morte da vítima e também pelo material (livro) que supostamente teria feito, sugerindo certo desvio de comportamento (ainda incerto quanto à natureza e grau)”, escreveu o promotor.

Em uma das gravações, o acusado admite que cometeu o crime e fala do livro. “Bom, vocês estão achando que é tinta, montagem, algo do tipo? Não, não é. Eu realmente matei ela [sic]. E, bom, eu tenho um livro também, pedi para um pessoal estar divulgando o meu livro. E é isso aí. Eu espero que vocês leiam. Tem algumas verdades sobre a humanidade”.

Já no livro, o suspeito se diz membro de uma seita, que está alcançando o propósito pelo qual veio ao planeta e, em diversas partes, diz que “não suporta a humanidade”.


+ Atleta de Jiu Jitsu morre aos 30 anos de Covid 15 dias após perder o pai pela doença
+ Após ameaças, soldada da PM denuncia coronel por assédio sexual
+ Mulher morre após ingerir bebida alcoólica e comer 2 ovos



Relembre o caso

A jogadora de eSports Ingrid Bueno, conhecida como Sol, de 19 anos, foi morta a facadas na segunda-feira (22), no bairro de Pirituba, na zona norte de São Paulo. Na denúncia, o MP narra que “por motivos desconhecidos, mas supostamente a pedido do próprio denunciado”, a vítima foi até a casa de Guilherme. Segundo o acusado, ele conheceu a vítima pela internet há pouco mais de um mês.

Conforme a polícia, o suspeito foi preso em flagrante e confessou o crime. De acordo com o Boletim de Ocorrência do caso, Ingrid foi encontrada desmaiada pelo irmão de Guliherme, que não a conhecia. Em seguida, policiais militares foram até a casa do suspeito e constataram que a jovem estava morta. Segundo o registro, ela apresentava diversas facadas espalhadas pelo corpo.

Veja também

+ Canadá anuncia primeira morte de pessoa vacinada com AstraZeneca no país
+ Yasmin Brunet comemora vitória de Gabriel Medina
+ Decifrado código dos Manuscritos do Mar Morto
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS