Esportes

Joshua Cheptegei pode quebrar o terceiro recorde mundial em 2020

Há 59 semanas, Joshua Cheptegei, de 24 anos, está no topo do ranking dos corredores de 10 mil metros, com ouro em Doha no ano passado. Definitivamente, 2020 é o ano deste atleta de Uganda. Em fevereiro, antes da pandemia do novo coronavírus, ele quebrou o recorde mundial dos 5k, em corrida de rua, em Mônaco. Depois, em 14 de agosto, bateu a marca também dos 5 mil metros rasos em pista, também em Mônaco, na etapa da Diamond League. Dia 7 de outubro, ele tentará quebrar o recorde mundial dos 10 mil metros rasos em Valência, na Espanha. Joshua tem grandes chances de estabelecer seu terceiro recorde mundial no ano.

“Foi incrível. Foi algo muito especial para mim. Quando quebrei o recorde mundial nos 5 mil metros, senti que ainda faltava algo para realizar. As pessoas sempre me falaram que, para ser considerado um dos melhores atletas do mundo, é preciso mostrar o desempenho nas pistas, mas não somente ganhar medalhas, e sim ganhar as medalhas com a quebra dos recordes”, disse Cheptegei.

Na Diamond League, ele baixou a marca anterior, que durava 16 anos, em 2 segundos, com o tempo de 12min35s36. O recorde era do etíope Kenenisa Bekele. Por coincidência, o atual recorde dos 10 mil também é de Bekele, estabelecido em 26 de agosto de 2005, em Bruxelas, com 26min17s53. O melhor tempo do atleta de Uganda nos 10 mil é 26min48s36. Na Espanha, Joshua promete dar o seu melhor para obter a nova marca no NN Valencia World Record Day, na pista de atletismo do Estádio del Turia, respeitando o protocolo de segurança sanitária. Detalhe, dez dias depois ele vai representar Uganda no Mundial de Meia Maratona, em Gdynia, na Polônia. Em dezembro passado, Joshua diminuiu a marca dos 10km em corrida de rua, exatamente em Valência, outro recorde mundial em sua coleção.

“Estou me preparando muito para os 10 mil metros, não tenho um tempo específico em mente, mas com certeza o meu maior objetivo é bater o recorde mundial. Além disso, quero muito ir a Tóquio, nos Jogos Olímpicos, e voltar com duas medalhas de ouro. Isso seria algo fantástico para mim, algo muito especial. No entanto, agora estou focado em bater o recorde dos 10 mil metros dia 7 de outubro”, afirmou.

Bekele é do mesmo time de Joshua, o NN Running Team, e está na torcida para que o garoto tenha mais um momento mágico neste ano. “Fiquei muito feliz que o recorde dos 5 mil tenha sido quebrado por Joshua, um dos meus companheiros de equipe NN Running. Ele é um talento excepcional, que está claramente em grande forma, e desejo-lhe tudo de bom na busca pelo recorde mundial de 10 mil metros em Valência.”

Joshua nasceu em Kapchorwa, é o segundo mais velho de nove irmãos. Começou a se destacar em 2014, em sua primeira competição internacional, quando foi o segundo colocado na NN Geoffrey Kamworor no TCS World 10km, em Bangalore (Índia).

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ Mulher sobe de salto alto montanha de 4 mil metros

+ MG: Pastor é preso por crime sexual e alega que caiu em tentação

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+Vídeo mostra puma perseguindo um corredor em trilha nos EUA

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar