Esportes

Jornal diz que britânico campeão mundial de boxe é investigado por doping


Dois dias depois de o britânico Tyson Fury alegar uma lesão no pé para adiar a revanche contra Wladimir Klitschko, o jornal The Mirror publicou neste domingo a informação de que o boxeador, campeão mundial dos pesados, está sendo investigado por doping. Ele teria testado positivo para nandrolona entre fevereiro e março do ano passado.

A Hennesy Sports, agência que cuida da carreira de Fury, declarou-se “perplexa” com a notícia, negando a acusação. De acordo com o jornal, também foram encontrado traços do esteroide anabolizante em exame antidoping feito por Hughie Fury, primo de Tyson.

Hughie foi campeão mundial amador juvenil em 2012 e tornou-se profissional no ano seguinte. Ele já tem um cartel de 20 lutas e 20 vitórias e também estava escalado para lutar em Manchester, em 9 de julho, no evento que teria a revanche entre seu primo e Wladimir Klitschko.

Ainda de acordo com o Mirror, Fury será convocado a depor perante um painel independente para explicar essa alta taxa de nandrolona. Sophie Ashcroft da agência antidoping do Reino Unido, disse que a entidade não vai comentar o caso.

Na sexta, Fury informou que a causa do adiamento da revanche foi uma lesão que ele sofreu no tornozelo durante um treinamento. Neste combate, Fury defenderia os cinturões da Associação Mundial de Boxe e da Organização Mundial de Boxe, que conquistou ao superar o pugilista ucraniano em novembro passado, em Dusseldorf, na Alemanha.

Ao confirmar o adiamento, Fury não estipulou uma nova data para o combate. Falando por meio de um vídeo que publicou em sua conta no Instagram, ele disse que torceu o seu tornozelo há dez dias enquanto fazia uma corrida, assim como destacou que os médicos lhe aconselharam um afastamento dos treinos por seis a sete semanas para poder se recuperar da lesão.

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

O britânico, que aos 27 anos era considerado um grande azarão antes de bater o poderoso rival no ano passado, ainda afirmou que a revanche que dará a Klitschko acontecerá “o mais rápido possível” e que “pouco depois de o seu tornozelo melhorar, ela será remarcada”.

No sábado, o também britânico Anthony Joshua defendeu com êxito o seu título dos pesos pesados da Federação Internacional de Boxe ao nocautear Dominic Breazeale no sétimo round. Foi apenas a segunda vez na carreira de Joshua, de 26 anos, que ele precisou de mais de três rounds para vencer um adversário. Ele melhorou o cartel profissional para 17 vitórias e 17 lutas desde a conquista do ouro olímpico em 2012.

Veja também
+ Sabrina Sato mostra corpo musculoso em clique na floresta
+ Mercedes-Benz Sprinter ganha versão motorhome
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago