Esportes

Jogadores do Grêmio comemoram vantagem, mas avisam: ‘Não tem nada resolvido’

O Grêmio deu um importante passo rumo à final da Copa do Brasil na noite desta quarta-feira ao ganhar do Athletico-PR por 2 a 0, na Arena do Grêmio. Os jogadores da equipe gaúcha comemoraram a boa vantagem construída no confronto, mas evitaram projetar a vaga na final.

“O time todo está de parabéns pela entrega, todo mundo lutou, todo mundo correu. Foi um jogo difícil, contra um adversário muito qualificado. É uma boa vantagem, mas não tem nada resolvido. Jogar lá (Arena da Baixada) é sempre complicado e sabemos da força deles”, ressaltou o capitão Pedro Geromel.

Eleito pela Confederação Brasileira de Futebol (CBF) como o melhor jogador da partida, o volante Matheus Henrique seguiu a mesma linha do companheiro. “Sabemos que Copa é diferente, pois é uma decisão de 180 minutos. Nos primeiros 90 a gente deu um grande passo para conseguirmos a classificação. Mas respeitamos o Athletico e sabemos que não tem nada ganho”, afirmou Matheus Henrique.

Ovacionado pelos torcedores ao ser substituído por Thaciano, o jovem meia Jean Pyerre explicou como foi o segundo gol gremista. Em cobrança de falta, o camisa 21 mandou rasteiro por fora da barreira e viu a bola bater na trave antes de entrar.

“Fui feliz na batida. Sabia que se conseguisse passar a bola por fora da barreira o Santos teria dificuldades para chegar. Procuro treinar e pude ajudar o Grêmio fazendo o gol”, comemorou Jean Pyerre.

Os dois times voltam a se enfrentar apenas no dia 4 de setembro, na Arena da Baixada, e o Grêmio pode perder por até um gol de diferença. O Athletico precisa vencer por dois gols de diferença para levar a definição aos pênaltis ou ganhar por três gols de diferença no tempo normal.