Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Após a vitória sobre o América-MG por 3 a 0, no último sábado, no Maracanã, alguns jogadores do Flamengo exaltaram Marinho em publicações nas redes sociais. O atacante, que ainda busca reencontrar o bom futebol, marcou o último gol do Rubro-Negro e se emocionou ainda dentro de campo. Abaixo, veja as postagens de apoio ao camisa 31:

> ATUAÇÕES: quarteto se destaca na vitória do Flamengo

– Que felicidade meu amigo! Você merece, Marinho – escreveu João Gomes.

Marinho e João Gomes

Marinho e João Gomes no vestiário após a vitória sobre o América-MG (Foto: Reprodução/Instagram)

– Parabéns, irmão – escreveu Thiago Maia.

Marinho e Thiago Maia

Marinho e Thiago Maia durante o jogo (Foto: Reprodução/Instagram)

– Parabéns, irmão, esse gol é mais que merecido, pelo profissional que você pivete! Receba… Mini míssil voltou, hein – escreveu Matheuzinho.

Marinho e Matheuzinho

Matheuzinho postou a foto da comemoração do grupo com o jogador (Foto: Reprodução/Instagram)

– Feliz por você, pivete – escreveu Lázaro.

Marinho e Lázaro

Lázaro postou a foto ao lado de Marinho no jogo do último sábado (Foto: Reprodução/Instagram)

O gol marcado na última noite foi apenas o segundo de Marinho com a camisa do Flamengo. O primeiro havia sido contra o Boavista, em sua partida de estreia. Após o jogo contra o América-MG, o atacante explicou, ao Premiere, o motivo do choro.

– Eu sei que não tem sido fácil, mas ter a oportunidade de vestir essa camisa é um privilégio. Então, é um choro mais de desabafo por quanto estou aqui trabalhando, me dedicando. Eu sei que as coisas não vêm acontecendo. Só eu sei o quanto tenho buscado, trabalhado, quietinho respeitando todo mundo.

– O professor chegou e falou que vai me dar oportunidade. Só quer me ver trabalhando e me dedicando, como sempre fui. Hoje poder entrar e fazer gol… eu estava precisando disso também. É como eu falo, não sou um craque, mas sou um cara muito dedicado. E sempre superei isso. Então, é um privilégio vestir a camisa do Flamengo.