Esportes

Jogadores do Fla exaltam classificação: ‘Caminhando para fazer história’

Os atacantes Gabriel e Bruno Henrique exaltaram a classificação do Flamengo para a final da Copa Libertadores. Autor de dois gols na goleada por 5 a 0 sobre o Grêmio, Gabriel falou em fazer história pelo clube rubro-negro. Na decisão, o Flamengo vai enfrentar o River Plate, no dia 23 de novembro, em jogo único em Santiago, no Chile.

“Fizemos história, escrevemos nossos nomes na página do Flamengo. Lógico que tem mais um jogo, uma final. Estamos felizes pela final, mas ainda vai demorar e nosso próximo foco é o CSA, que é um jogo muito importante”, afirmou Gabriel, lembrando da próxima rodada do Campeonato Brasileiro, no qual o Flamengo é líder com dez pontos de vantagem sobre o Palmeiras, segundo colocado.

Artilheiro da Libertadores, com sete gols, Gabriel dividiu os méritos com os companheiros. “Estamos caminhando para fazer história. Não só eu, mas o Flamengo inteiro. Temos um time muito bom, muito concentrado e muito focado. Esperamos seguir assim para quem sabe ser campeão”, disse.

Bruno Henrique também destacou a atuação coletiva da equipe. Ele abriu o placar da goleada desta quarta-feira, no Maracanã. “Sabíamos que seria um jogo muito difícil. Acho que foi nossa dedicação e o nosso empenho que fizeram esse jogo fácil. O Grêmio é uma equipe muito qualificada, merece respeito, mas em campo temos que jogar nosso futebol e mostrar por que estamos vestindo essa camisa do Flamengo. Respeitamos fazendo gol e está todo mundo de parabéns”, declarou o atacante.

Adversário do Flamengo na final da Libertadores, o River Plate avançou à decisão na noite de terça-feira. O elenco rubro-negro acompanhou a partida, e Bruno Henrique falou o que o Flamengo precisa fazer para conquistar o título.

“Vamos ter respeito pelo atual campeão também, mas com garra e dedicação, que não estão faltando para a gente dentro de campo. Acho que isso que está nos fazendo acreditar. Essa é a palavra que posso deixar. Vamos com força total, dedicação e garra”, afirmou Bruno Henrique.

Quem também projetou o duelo da final foi o meia Arrascaeta. Ele voltou a jogar nesta quarta-feira após cirurgia no joelho realizada no início deste mês e agradeceu aos profissionais do Flamengo pela rápida recuperação. “Vai ser um jogo muito pegado e difícil. O River tem muita experiência e temos que estar preparados”, alertou o uruguaio.