Esportes

Jogadores do Botafogo criticam atuação do time após empate: ‘Péssimo resultado’

As vaias dos torcedores que compareceram ao Engenhão na noite desta segunda-feira no empate sem gols entre Botafogo e Chapecoense, pela 16ª rodada do Campeonato Brasileiro, traduziram o sentimento dos jogadores da equipe carioca após o apito final. O zagueiro Gabriel disparou contra a atuação da equipe.

“Foi um péssimo resultado. Temos que rever muita coisa e melhorar. Um jogo dessa importância, não podemos empatar dentro de casa. Nosso time quer brigar pela parte de cima da tabela, pela Libertadores. Não podemos deixar essas oportunidades escaparem”, afirmou o defensor.

Apesar de ser um dos pilares da equipe e um dos destaques do Brasileirão, o goleiro Gatito Fernández também não escapou das críticas por parte dos torcedores. No entanto, o camisa 1 se mostrou muito focado e disse que não se abalará com as vaias.

“Futebol é assim. Quando ganha, saímos aplaudidos. Quando perde, somos criticados. Precisamos conviver com isso. Temos que pensar que conquistamos um ponto. Não era o que queríamos, mas não podemos baixar a cabeça. É seguir trabalhando e continuar em busca dos objetivos”, comentou.

Outros jogadores optaram por não dar entrevista na saída de campo. Um desses casos foi do atacante Diego Souza. Considerado a principal contratação do time na temporada, o jogador fez uma partida irregular e preferiu não falar com a cabeça quente.

Com o resultado desta segunda-feira, o Botafogo acabou estacionado na nona posição, com 23 pontos, contra 27 do Atlético-MG, primeiro dentro da zona de classificação à Copa Libertadores. Se vencesse, o time carioca teria ultrapassado Inter e Bahia, ambos com 24.