Esportes

Jardine prevê partida difícil contra a Costa do Marfim nos Jogos Olímpicos: ‘São fortes no ataque’

Técnico da Seleção Brasileira masculina de futebol elogia equipe africana antes da partida deste domingo. Em caso de vitória, Brasil garante vaga nas quartas de final do torneio

Jardine prevê partida difícil contra a Costa do Marfim nos Jogos Olímpicos: ‘São fortes no ataque’

Depois de vencer a Alemanha na estreia dos Jogos Olímpicos, a Seleção Brasileira masculina de futebol volta a campo neste domingo para encarar a Costa do Marfim. E para o treinador André Jardine, a equipe canarinho não terá facilidade contra os africanos.

+ Veja a tabela e os jogos das Olimpíadas

– Vai ser um jogo difícil. A Costa do Marfim tem muita força na frente. Será um jogo mais físico. Eles são mais imprevisíveis taticamente, o que pode dificultar ainda mais para nós – disse Jardine.

+ ATUAÇÕES: Brasil é superior em duelo contra a Holanda, mas fica no empate pelos Jogos Olímpicos

Ainda de acordo com o comandante brasileiro, sua equipe precisará estar ligada desde o início para conquistar a vitória, que garantirá vaga no mata-mata das Olimpíadas.

– Vamos ter que entrar com um nível muito alto de concentração e intensidade. Muito ligados desde o início – completou.

VEJA O QUADRO DE MEDALHAS DOS JOGOS OLÍMPICOS

Veja também
+ Em pose sexy, Cleo Pires afirma: "Amando essa minha bunda grande"
+ Viih Tube é elogiada por look transparente com fio-dental após ataque de haters
+ Corpo de jovem desaparecido é encontrado em caçamba de lixo
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Vídeo: família é flagrada colocando cabelo na comida para não pagar a conta
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Instituto Gabriel Medina fecha portas em Maresias
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio