Ediçao Da Semana

Nº 2742 - 12/08/22 Leia mais

Campeã Geral – Médio Porte

Também pertencente ao Estado de Santa Catarina, Jaraguá do Sul desponta como campeã geral entre as cidades de médio porte, com destaque ainda no subgrupo Educação, dentro dos Indicadores Sociais. Para Jair Franzner (MDB), que assumiu a Prefeitura em abril passado no lugar do até então prefeito reeleito Antídio Lunelli (MDB) – que renunciou do seu mandato por ser pré-candidato a governador de Santa Catarina -, o papel no setor público é valorizar cada investimento, tentar sempre fazer o melhor e com menos. Portanto, não chega a ser surpresa que a cidade tenha se destacado no ranking geral da pesquisa, como campeã de médio porte.

Aliás, em sua percepção, o que levou sua cidade a alcançar este patamar foi a disciplina absoluta frente aos cinco pilares dentro da administração: gestão e transparência; empreendedorismo e geração de emprego; educação; infraestrutura e qualidade de vida. Todos estes setores com um firme propósito de inovação, que é o norte da atual administração. Segundo o prefeito, eis a pergunta recorrente: “É possível fazer ainda melhor?” Como diz, esta pergunta, este desafio, sempre é lançado nas reuniões de secretariado. “Além disso, temos desde 2017 um Conselho Consultivo composto por diversos empresários e especialistas em economia, setor público, no qual, literalmente, prestamos contas e apresentamos todos os números do Paço Municipal”, frisa o prefeito, explicando que tudo que foi aprendido anteriormente com os pais e usado em suas próprias empresas, eles agora aplicam ao serviço público.

Por outro lado, Jaraguá do Sul é privilegiada por ter um povo muito ordeiro, trabalhador, sendo o voluntariado uma das suas marcas registradas. “Isso está na essência da cidade, aqui os empresários participam muito e ajudam em todas as questões sociais, é sempre um trabalho em conjunto, e temos muito a agradecer por isso”, diz ele, que também é empresário, do setor alimentício.

Aliás, Jaraguá do Sul é a quinta maior economia de Santa Catarina, atrás apenas de Joinville, Blumenau, Florianópolis e Itajaí, sendo o terceiro núcleo industrial do Estado com sede de algumas das maiores empresas do Brasil nos setores de metal-mecânico e confecções. Conhecida como ‘Capital Nacional da Malha’, e com destaque para empresas do ramo de tecnologia e prestação de serviços, foi a cidade que mais cresceu economicamente nos últimos três anos no Estado.

Enfim, a cidade exibe uma força industrial muito representativa, tendo inclusive sido destaque na capa da Revista ISTOÉ/Dinheiro, em uma das edições de junho de 2021. Nela cita-se a referência de Jaraguá do Sul em empreendedorismo.

O ESPORTE DA CIDADE Destaque no esporte, Jaraguá incentiva a população desde cedo à prática (Crédito:Eduardo Montecino/Prefeitura de Jaraguá do Sul)

Novos tempos

Em relação à pandemia, Franzner diz que, já em fevereiro 2021, a primeira ação da administração foi a criação do Comitê Extraordinário Covid-19, com a participação de entidades como a Associação Empresarial de JGS, a CDL Câmara de dirigentes lojistas de JGS, OAB, Ministério Púbico, Associação Médica, Polícia Militar, Polícia Civil, Câmara de Vereadores e as secretarias municipais envolvidas e que os principais desafios foram de âmbito legal, de comunicação com a população, equilíbrio entre as questões de economia e saúde.

Segundo ele, o fato de ter unido estas entidades, e as decisões terem sido tomadas de forma rápida e em conjunto, além da unificação da mensagem passada para a população com muita transparência, foram triunfos que amenizaram os desafios. “Agora, com a melhora do cenário em relação à pandemia, temos de pensar no futuro. Educação é a chave para tudo”.

Com população estimada atualmente em mais de 185 mil pessoas, o prefeito avalia que passado esse período tão conturbado, alguns gargalos precisam ser resolvidos. “A diminuição das filas de especialidades na saúde; o reforço de conteúdo para crianças que tiveram dificuldade na educação; o reestabelecimento do desenvolvimento econômico — em 2021 tivemos um saldo de vagas de emprego de 6.087 vagas, além de um saldo de 4.000 mil novas empresas. Isso mostra como estamos recuperando o crescimento econômico de nossa região”, lembra ele, contando que no início da primeira administração, o então prefeito Lunelli assumiu o município sem capacidade de investimentos em obras para a população. “Com uma gestão firme, enxuta, visando ao resultado e um serviço de qualidade, ao fim destes cinco anos, fechamos 2021 com um percentual de 21% da arrecadação em investimentos de infraestrutura, na contramão do que vem acontecendo em diversas Prefeituras do Brasil”.

AS TOPS CINCO GERAL
1. Jaraguá do Sul (SC)
2. São Caetano do Sul (SP)
3. Valinhos (Sp)
4. Brusque (Sc)
5. Toledo (Pr)

Outros projetos para a cidade

Como dito anteriormente, a administração segue uma linha empresarial, trazendo para o setor público conceitos e o ambiente que é adotado nas próprias empresas. “Valorizamos cada centavo do dinheiro público. Temos hoje uma central na qual aumentamos em até 30% a economia nas compras públicas. Temos um almoxarifado, com tecnologia e resultado como de qualquer outra empresa bem-sucedida. Nossa folha salarial está estabelecida em 35% da arrecadação total do município e, no ano passado, lançamos a nossa tão sonhada Sala de Inteligência e Gestão, onde acompanhamos de forma simultânea todos os dados da Prefeitura, de todas as secretarias. É um avanço que nos orgulha muito”. O prefeito faz questão de ressaltar que a administração ainda tem muito a entregar para a população, embora haja diversos projetos, além de muitas obras encaminhadas.

“A população é muito exigente, o que estimula a administração a entregar sempre o melhor. Mas, em contrapartida, é gratificante o reconhecimento que temos amealhado, que se estende agora com esta indicação no Anuário” Jair Franzner (MDB), prefeito de Jaraguá do Sul

Qualidade de vida

Só para pontuar, a cidade possui hoje 90% do esgoto tratado, índice muito acima da média estadual e nacional. “Temos 99,8% de cobertura de água potável e, com os últimos investimentos, garantimos de 25 anos de abastecimento, considerando o crescimento de nossa cidade. Aqui cuidamos muito bem do lixo, nosso índice de reciclagem é de 27% de todos os resíduos gerados, e existe uma fiscalização muito ativa nas empresas. O nosso órgão de controle do meio ambiente faz um excelente trabalho de assistência à nossa rica fauna e flora. Indo além, plantamos mais de 120 mil mudas de árvores nos últimos anos, e projetos como a revitalização de mata ciliar temengajamento da sociedade. Criamos, por exemplo, três grandes parques nos últimos três anos, e estamos criando mais. A população precisa, e isso ficou evidente durante a pandemia, de opções de cultura, lazer, de espaços comunitários bem cuidados, com estrutura de primeiro mundo”.

Anualmente, por exemplo, a cidade sedia o Festival de Música de Santa Catarina, evento que recebe estudantes de vários países. Segundo Franzner, o que fica como uma das marcas ou legado desta passagem na Prefeitura é o investimento em qualidade de vida. Lembrando que Antídio Lunelli e ele foram reeleitos em 2020 com 70% dos votos, em uma cidade que nunca tinha tido um prefeito reeleito na história, Franzner reafirma que os jaraguaenses são muito exigentes, o que estimula a administração a entregar o melhor, sempre, para a população. “Mas, em contrapartida, é gratificante o reconhecimento que temos amealhado, que se estende agora com esta indicação no Anuário. E o que posso dizer é que nosso objetivo é fazermos ainda mais e melhor, criarmos um futuro mais próspero para os nossos filhos, netos, para as próximas gerações. São muitos os desafios. Certamente, com educação de qualidade, infraestrutura para o crescimento da cidade e inovação conseguiremos manter a qualidade de vida”.