PEQUIM, 27 MAI (ANSA) – O Japão ativou nesta segunda-feira (27) seu sistema de alerta que segue a hipótese de lançamento de foguete da Coreia do Norte.   

De acordo com a agência de notícias local Kyodo, o chamado J-Alert emitiu uma ordem de evacuação para os moradores da província de Okinawa, ilha que fica a cerca de 640 quilômetros de distância do Japão.   

O sistema informou aos residentes que Pyongyang lançou um míssil, com o governo japonês acreditando se tratar de um projétil balístico em vez de um foguete de lançamento de satélite que estava previsto para ocorrer hoje.   

O Estado-Maior Conjunto de Seul afirmou que os norte-coreanos lançaram um “projétil não identificado”. A trajetória do dispositivo foi em direção ao sul do país em direção ao Mar Amarelo.   

A nota divulgada pela Coreia do Sul acrescenta que militares da nação detectaram “muitos destroços” na área marítima provenientes do disparo de Pyongyang.   

O lançamento ocorreu depois que a Coreia do Norte notificou o Japão sobre um plano para lançar um foguete de transporte de satélite entre hoje e o dia 3 de junho, colocando a região em alerta máximo.   

Pyongyang lançou pela última vez um satélite espião militar para suas ambições de poder aeroespacial em novembro passado e, desde então, disse que planeja enviar mais três este ano.   

O plano pretendido pelo líder Kim Jong-un tem o objetivo de fazer detecções preventivas de ataques surpresa dos Estados Unidos e da Coreia do Sul, oficialmente o seu “principal inimigo”.   

A cidade de Seul sediou uma reunião trilateral entre o presidente da Coreia do Sul, Yoon Suk-yeol, o primeiro-ministro do Japão, Fumio Kishida, e seu homólogo chinês, Li Qiang. Os líderes reafirmaram o seu compromisso em promover a paz e a desnuclearização da península. (ANSA).