Esportes

Jânio, ex-presidente da Mancha Verde, é espancado em briga durante evento de MMA

Crédito: Reprodução

Jânio, ex-presidente da Mancha Verde (Crédito: Reprodução)


Uma briga em evento de MMA em São Bernardo do Campo, no Grande ABC, quase acabou em linchamento de Jânio Carvalho dos Santos, de 42 anos, ex-presidente da Mancha Verde.

Em um vídeo que circula nas redes sociais, Jânio é cercado durante o evento, que ocorreu no último domingo (9), e recebe diversos golpes.

Ao UOL, Jânio disse que os agressores são membros da Mancha e foram no local atrás dele após o ex-presidente da entidade trocar agressões com Neilo Ferreira e Silva, um dos líderes da torcida. O ex-líder contou ainda que cerca de 50 homens voltaram para o agredir.

“Conheço boa parte deles. Eu passei no médico e me liberaram. Eu e meu irmão estamos bem, inclusive estamos almoçando agora. É mais a imagem na hora que é forte”, declarou.

Jânio ainda acusou Neilo de emboscada: “Ele premeditou isso. Tinha cara da zona sul, da zona norte e do ABC. Não tinha como juntar tanta gente assim de diversos lugares em pouco tempo”.

O ex-presidente da Mancha atua como lutador, ele é faixa preta de Muai Thai e está no mundo das lutas há mais de duas décadas

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

“Eu já neguei uma luta com um dos caras [da Mancha] que estava lá porque sabia que poderia dar briga. Que poderia bagunçar o evento. Eu tenho 25 anos de luta e nunca arrumei um problema. Ao pessoal da luta, eu peço desculpas. Eu tenho as artes marciais como profissão. Estou envergonhado por não ter conseguido evitar o problema. Eu, infelizmente, não pude evitar”.

Até o momento, a Mancha Verde e Neilo não se pronunciaram sobre o ocorrido.

Morte de fundador motivou expulsão de Jânio

Tanto Neilo como Jânio já tiveram alguns problemas com a Justiça por conta de brigas atreladas ao futebol. No caso de Jânio, a expulsão da Mancha ocorreu após a morte de um dos fundadores da torcida Moacir Bianchi em 2017. Além dele, outros 19 membros foram expulsos da entidade. A carta da expulsão foi assinada por líderes como Paulo Serdan e Neilo. Sobre o episódio, Jânio afirmou ao UOL que deixou de frequentar a instituição em 2011.

“Quando eles me excluíram eu já não fazia mais parte”, afirmou.

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago