Economia

Janet Yellen pede que Congresso dos EUA aprove logo elevação no teto da dívida


A secretária do Tesouro dos Estados Unidos, Janet Yellen, enviou carta à liderança do Congresso, pedindo que seja aprovada “o mais rápido possível” uma elevação no teto da dívida. Segundo ela, caso o Legislativo não atue para suspender ou elevar o limite da dívida até o dia 2 de agosto, o Tesouro terá de começar a adotar “certas medidas extraordinárias para evitar que os Estados Unidos entrem em default em suas obrigações”.

Yellen enfatiza na mensagem desta sexta-feira, 23, que a medida desejada não significa um aumento dos gastos, nem uma autorização para gastos de propostas orçamentárias futuras, mas “simplesmente que o Tesouro pague os gastos anteriormente aprovados”. Ela lembra que o período é de “incerteza considerável” por vários fatores, por isso o governo não consegue prever por quanto tempo exatamente medidas extraordinárias terão de ser adotadas.

Segundo a autoridade, nos últimos anos o Congresso dos EUA tem lidado com a questão por meio de medidas ordenadas e regulares, com apoio bipartidário, e agora Yellen pede que o Congresso “proteja a fé total e o crédito dos Estados Unidos agindo o mais rápido possível”.

Veja também
+ Corpo de Gabby Petito é encontrado, diz site; legista afirma que foi homicídio
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Tudo o que você precisa saber antes de comprar uma panela elétrica
+ Instituto Gabriel Medina fecha portas em Maresias
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça
+ Gel de babosa na bebida: veja os benefícios
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio