Brasil

Itamaraty repreende embaixada da China pelas críticas a Eduardo Bolsonaro

Crédito: AFP

Chanceler Ernesto Araújo (Crédito: AFP)

O Ministério das Relações Exteriores enviou uma carta à embaixada da China em que repreende as críticas ao deputado Eduardo Bolsonaro, que acusou o país de espionagem através da rede 5G. As informações são da Folha de S. Paulo.

“O tratamento de temas de interesse comum por parte de agentes diplomáticos da República Popular da China no Brasil através das redes sociais não é construtivo, cria fricções completamente desnecessárias e apenas serve aos interesses daqueles que porventura não desejem promover as boas relações entre o Brasil e a China. O tom e conteúdo ofensivo e desrespeitoso da referida ‘Declaração’ prejudica a imagem da China junto á opinião pública brasileira”, diz a carta do Itamaraty.

Por outro lado, segundo o jornal O Globo, representantes do agronegócio brasileiro ficaram preocupados com a fala do deputado, já que o país é o principal destino dos produtos do País, e disseram às autoridades chinesas que as declarações de Eduardo Bolsonaro não refletem a opinião da maior parte da sociedade brasileira.

Veja também

+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Jovem morre após queda de 50 metros durante prática de Slackline Highline
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Carla Perez fala sobre vida nos EUA: “Aqui é vida normal”
+ Denise Dias faz seguro do bumbum: “Meu patrimônio”
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel