Esportes

Itália testa suas ambições contra a Turquia na abertura da Eurocopa


Em Roma, em um Estádio Olímpico reaberto ao público pela primeira vez em mais de um ano, devido à pandemia do coronavírus, a renascida Itália de Roberto Mancini estreia na Eurocopa nesta sexta-feira contra a perigosa Turquia de Senol Günes.

“Há um ano que esperamos para começar esta aventura, temos que lutar para levar a Itália onde ela merece estar”, declarou Leonardo Bonucci, que assim como todos os seus companheiros quer voltar a um grande torneio internacional, três anos depois da humilhação de ficar fora da Copa do Mundo.

Diante de uma Turquia sempre complicada nas grandes competições, a Itália logo saberá se tem chances contra os favoritos da Euro.

Depois de ficar de fora do Mundial pela primeira vez em 60 anos, a Itália recuperou o jogo e a confiança com Roberto Mancini. A impecável classificação para a Eurocopa (com dez vitórias em dez jogos) e o acesso à final de quatro da Liga das Nações (em outubro) espantaram os fantasmas.

Mas mesmo com uma série de 27 jogos sem perder, a ‘Nazionale’ enfrentou poucas equipes de peso, o que faz esta equipe ofensiva e animada continuar sendo uma promessa a ser confirmada.

“É um verdadeiro grupo, eles sabem que ninguém é uma estrela que possa tirá-los sozinho dos apuros: para consegui-lo, eles precisam fazer isso juntos”, disse o ex-atacante Alessandro Del Piero nesta quinta-feira ao Corriere della Sera.

+ Passageira agride e arranca dois dentes de aeromoça

Alessandro Nesta não está menos otimista quanto às chances italianas: o ex-jogador da Lazio, que estará na cerimônia de abertura no estádio Olímpico ao lado da lenda da Roma, Francesco Totti, observou na Gazzetta dello Sport “uma bela mistura de juventude e experiência” no elenco de Mancini.

– “Não tememos ninguém” –

A experiência é uma característica da dupla de zagueiros Bonucci-Chiellini (mais de 200 partidas pela seleção italiana entre ambos). A juventude é fornecida pelo emergente Nicolo Barella, pelas pernas de Federico Chiesa e também pela importância no gol de Gianluigi Donnarumma, que terá que esquecer um pouco as conversas sobre seu futuro no Milan.

A peça-chave de Mancini, Marco Verratti, deve ficar de fora desta partida de abertura, já que acaba de voltar aos treinos coletivos após uma lesão no joelho direito no início de maio, no Paris Saint-Germain. Ele será substituído por Manuel Locatelli, que fará dupla com Jorginho, campeão da Liga dos Campeões pelo Chelsea.

Do lado da Turquia, Senol Günes, o treinador que levou o país ao pódio da Copa do Mundo (3º) em 2002, vai apostar na grande fase do veterano Burak Yilmaz (35 anos), campeão francês pelo Lille.

Mas Donnarumma também terá que ficar de olho em seu companheiro de equipe no Milan, Hakan Calhanoglu, e em outro atacante do Lille, Yusuf Yazici, que marcou três gols contra ele no estádio San Siro (3-0) em novembro em um confronto da Liga Europa.

Embora a Turquia seja teoricamente o país mais fraco do Grupo A (29º no ranking da Fifa, atrás de Itália, Suíça e País de Gales), não é aconselhável relaxar diante desse adverdsário. Com sua sólida defesa (três gols sofridos na classificação) os turcos já conseguiram vencer a campeã mundial França.

“Não tememos ninguém em campo. Queremos começar a competição da melhor forma possível”, avisa Yilmaz.

Os galeses e os suíços entrarão na briga no sábado em Baku, a mais de 3.000 quilômetros de Roma, nesta inédita Eurocopa itinerante (onze cidades-sede em onze países).

— Prováveis escalações:

Itália : Donnarumma – Florenzi, Bonucci, Chiellini (cap.), Spinazzola – Barella, Jorginho, Locatelli – Berardi, Immobile, Insigne. Técnico: Roberto Mancini.

Turquia: Cakir – Celik, Demiral, Söyüncü, Meras – Yokuslu, Tufan, Cengiz Under, Calhanoglu, Karaman – Yilmaz. Técnico: Senol Günes.

Árbitro: Danny Makkelie (HOL)

— Programação do grupo A da Eurocopa-2020 (horário de Brasília):

1ª rodada:

Sexta-feira, em Roma: Turquia-Italia (16h00)

Sábado, em Baku: País de Gales-Suíça (10h00)

2ª rodada:

16 de junho, em Baku: Turquia-País de Gales (13h00)

16 de junho, en Roma: Itália-Suíça (16h00)

3ª rodada:

20 de junho, em Roma: Italia-Gales (13h00)

20 de junho, em Baku: Suíça-Turquia (13h00)

alu-gkg/clv/gh/psr/bvo/aam

Veja também
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Casamento de Ana Maria Braga chega ao fim após marido maltratar funcionários, diz colunista
+ Conheça a eficácia de cada vacina no combate à Covid-19
+ Veja fotos de Karoline Lima, novo affair de Neymar
+ Lázaro Barbosa consegue fugir de novo da polícia após tiroteio
+ Gracyanne Barbosa dança pole dance com novo visual
+ Agência dos EUA alerta: nunca lave carne de frango crua
+ Após processar nora, mãe de Medina a acusa de ter destruído sua casa; veja fotos
+ Yasmin Brunet quebra o silêncio
+ Fondue de chocolate com frutas fácil de fazer
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago