Mundo

Itália registra 3ª morte ocasionada pelo coronavírus

MILÃO, 23 FEV (ANSA) – A Itália registrou neste domingo (23) a terceira morte no país ocasionada pelo Covid-2019, doença provocada pelo novo coronavírus (Sars-CoV-2). A vítima é uma mulher e ela estava internada em um hospital na cidade de Cremona, na região da Lombardia.   

De acordo com o secretário lombardo de Bem-Estar Social, Giulio Gallera, a mulher estava hospitalizada no setor de oncologia em uma “situação muito comprometida”, que se agravou ao ter contraído o coronavírus. Até o momento, o nome da vítima e a idade não foram informados pelas autoridades regionais.   

A primeira morte causada pelo Covid-2019 na Itália foi confirmada na sexta-feira (21). A vítima era um pedreiro aposentado de 78 anos de idade, Adriano Trevisan, que estava internado no Hospital de Schiavoni, em Pádua A segunda vítima, por sua vez, foi registrada no dia seguinte.   

Ela era uma idosa de mais de 70 anos e morava na cidade de Casalpusterlengo e teria sido infectada no hospital de Codogno, na província de Lodi. A mulher estava enfraquecida por uma pneumonia e estaria aguardando os resultados dos exames que fora submetida.   

Até o momento, o número de infectados pelo coronavírus aumentou para 150 e cinco regiões estão afetadas. A Lombardia lidera a lista, com 112, sendo seguida por Vêneto (24), Emilia-Romagna (nove), Piemonte (seis) e Lazio (um). De acordo com as autoridades de saúde da Itália, 54 pessoas estão hospitalizadas, sendo que 26 em terapia intensiva e 22 em isolamento domiciliar. Além disso, mais de 50 mil pessoas estão em quarentena em 11 cidades.(ANSA)