Mundo

Itália recebe 1ª missa em homenagem a Santa Dulce dos Pobres

SÃO PAULO, 14 OUT (ANSA) – A Basílica Sant’Andrea della Valle, em Roma, recebeu nesta segunda-feira (14) a primeira missa em homenagem à Santa Dulce dos Pobres, que foi canonizada pelo papa Francisco no domingo (13), no Vaticano.   

A missa foi celebrada por dom Murilo Krieger, arcebispo de Salvador, cidade onde nasceu Maria Rita de Sousa Brito Lopes Pontes (1914-1992), a Irmã Dulce. Também marcaram presença na cerimônia diversas autoridades, como o vice-presidente, Hamilton Mourão, e os presidentes da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, do Senado Federal, Davi Alcolumbre, e do Supremo Tribunal Federal (STF), Dias Toffoli.   

Centenas de fiéis participaram da missa e na ocasião, o arcebispo de Salvador relembrou a história da Santa Dulce dos Pobres. Diversas pessoas se emocionaram durante a celebração.   

Já na parte final da missa, o saxofonista Waldonys e a compositora Margareth Menezes cantaram juntos “Doce Luz”, música oficial da santa.   

Irmã Dulce é a primeira santa reconhecida pela Igreja Católica nascida no Brasil. O Vaticano atribuiu a ela dois milagres: o primeiro é a cura de uma mulher no interior do Sergipe que se recuperou de complicações de um parto após ter sido desenganada, e o segundo é o retorno da visão do músico e maestro José Maurício Bragança, que havia ficado cego em função de um glaucoma.   

A santa é conhecida popularmente como “o anjo bom da Bahia” e teve uma vida dedicada a ações de caridade.(ANSA)

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Pandemia adia cirurgia e saúde de Schumacher piora
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior