Mundo

Itália deve ter creche gratuita a partir de janeiro

ROMA, 12 NOV (ANSA) – O ministro da Economia da Itália, Roberto Gualtieri, anunciou nesta terça-feira (12) que o governo oferecerá creche gratuita a partir de janeiro de 2020.   

Voltada a famílias de baixa e média renda, a medida está na proposta de Lei Orçamentária para o ano que vem e deve custar pelo menos 600 milhões de euros, mas estava prevista para entrar em vigor apenas em setembro.   

Em uma audiência nas comissões de Orçamento da Câmara e do Senado, Gualtieri disse que o aumento dos fundos para o projeto permitirá a “gratuidade das creches para a grande maioria das famílias italianas”.   

“Falava-se de setembro, mas [a medida] iniciará já em 1º de janeiro”, acrescentou. A iniciativa é parte de um esforço do governo para incentivar as pessoas a terem filhos e reverter a tendência de queda populacional no país.   

O Orçamento para 2020 tramita no Senado e também prevê o aumento da taxa de cidadania nos consulados de 300 para 600 euros e a criação de impostos sobre alimentos com alto teor de açúcar e produtos de plástico não-reciclável. (ANSA)