Mundo

Itália deve ter creche gratuita a partir de janeiro

ROMA, 12 NOV (ANSA) – O ministro da Economia da Itália, Roberto Gualtieri, anunciou nesta terça-feira (12) que o governo oferecerá creche gratuita a partir de janeiro de 2020.   

Voltada a famílias de baixa e média renda, a medida está na proposta de Lei Orçamentária para o ano que vem e deve custar pelo menos 600 milhões de euros, mas estava prevista para entrar em vigor apenas em setembro.   

Em uma audiência nas comissões de Orçamento da Câmara e do Senado, Gualtieri disse que o aumento dos fundos para o projeto permitirá a “gratuidade das creches para a grande maioria das famílias italianas”.   

“Falava-se de setembro, mas [a medida] iniciará já em 1º de janeiro”, acrescentou. A iniciativa é parte de um esforço do governo para incentivar as pessoas a terem filhos e reverter a tendência de queda populacional no país.   

O Orçamento para 2020 tramita no Senado e também prevê o aumento da taxa de cidadania nos consulados de 300 para 600 euros e a criação de impostos sobre alimentos com alto teor de açúcar e produtos de plástico não-reciclável. (ANSA)

+ Briga de vizinhos termina com personal trainer morta a facadas no interior de SP

Veja também

+ Avó de Michelle Bolsonaro morre após 1 mês internada com covid-19

+ Nazistas ou extraterrestres? Usuário do Google Earth vê grande ‘navio de gelo’ na costa da Antártida

+ Avaliação: Chevrolet S10 2021 evoluiu mais do que parece

+ Grosseria de jurados do MasterChef Brasil é alvo de críticas

+ Carol Nakamura anuncia terceira prótese: ‘Senti falta de seios maiores’

+ Ex-Ken humano, Jéssica Alves exibe visual e web critica: ‘Tá deformada’

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Governo estuda estender socorro até o fim de 2020

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea

+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?