Mundo

Itália decreta estado de emergência em 11 regiões por chuvas

ROMA, 8 NOV (ANSA) – O Conselho de Ministros da Itália declarou nesta quinta-feira (8) estado de emergência para 11 regiões em decorrência da onda de mau tempo que afetou o país nos últimos dias, deixando pelo menos 30 mortos e dezenas de feridos. As regiões que enviaram o pedido para a Proteção Civil para decretar emergência são: Vêneto, Ligúria, Friulli Venezia Giulia, Sicília, Lazio, Sardenha, Calábria, Toscana, Emília-Romagna, Lombardia e Trentino Alto Ádige.   

Na reunião emergencial, segundo a ministra para o Sul, Barbara Lezzi, o governo alocou 53,5 milhões de euros para contribuir com as despesas causadas pelos danos das fortes chuvas, alagamentos e ventanias. “Estamos esperando que as regiões façam todo o reconhecimento [dos danos]”, disse a ministra, ressaltando que “em breve outros 200 milhões de euros serão disponibilizados”.   

O primeiro-ministro da Itália, Giuseppe Conte, confirmou a informação com uma mensagem em sua conta no Twitter. “Emergência mau tempo: com o Conselho de Ministros esta noite resolvemos decretar o estado de emergência para 11 regiões e atribuímos 53,5 milhões de euros para as primeiras intervenções. Outros 200 milhões chegarão nos próximos dias com meu decreto”, escreveu. Na última semana, Conte já havia anunciado a concessão de uma verba de 1 bilhão de euros para intervenções de emergência em todo o país. O objetivo era realizar procedimentos para controlar o nível das águas. De Lazio a Ligúria, de Vêneto a Sicília, tempestades, granizo, chuvas torrenciais e inundações de rios devastaram a península de norte a sul. Ao todo, 30 pessoas morreram e dezenas ficaram feridas. (ANSA)