Mundo

Itália acha autor de ataque hacker reivindicado por Anonymous


PALERMO, 16 NOV (ANSA) – O chefe da Polícia de Estado da Itália, Franco Gabrielli, informou nesta quinta-feira (16) que as autoridades já identificaram o autor de um ataque hacker cometido há dois dias e reivindicado pelo grupo Anonymous.   

“Podemos dizer que intervimos rapidamente e nós individualizamos quem tinha invadido, então quem invadiu agora é muito pouco anônimo”, ironizou Gabrielli durante sua participação em um evento na cidade de Palermo.   

De acordo com o chefe da Polícia, apesar do alarde feito pelo grupo, a invasão acabou subtraindo poucos documentos.   

“Há a tentativa de sempre representar a coisa de maneira um pouco grandiosa porque, na verdade, isso dá mais notícia.   

Fala-se em ataque à Viminale [Ministério do Interior], ataque ao Palácio Chigi [sede do governo], da segurança cibernética do país. Na realidade, estamos falando de duas caixas de correio eletrônico de duas pessoas, uma no Ministério da Defesa e outra da Polícia de Estado”, disse aos jornalistas.   


+ Mulher é presa por não devolver R$ 6,8 milhões que recebeu por engano
+ Família de Schumacher coloca mansão à venda por R$ 400 milhões
+ Pentágono confirma que vídeo com OVNIs em forma de pirâmide é autêntico



Gabrielli ainda afirmou que “não está em discussão a segurança do Estado” e que, apesar de “haver problemas”, a questão é “muito circunscrita e definida”.   

No dia 14, o Anonymous divulgou que havia conseguido inúmeros documentos pessoais, ordens de serviço e dados de segurança de funcionários de várias pastas do governo e da polícia italiana.   

Além disso, haveria informações sobre os parentes dos agentes públicos.   

Entre os documentos que estavam nas mãos dos hackers, estava o esquema de segurança montado para a visita do primeiro-ministro italiano, Paolo Gentiloni, à cidade de Bolonha.   

O Anonymous usou a documentação para acusar o governo de ser “corruptor da democracia” e de ter “traído os valores” do país.   

Até o momento, as autoridades não tinham se manifestado sobre o caso. (ANSA)

Veja também

+ Receita de bolinho de costela com cachaça
+ Cientistas descobrem nova camada no interior da Terra
+ Receita de panqueca americana com chocolate
+ Receita rápida de panqueca de doce de leite
+ Contran prorroga prazo para renovação da CNH
+ Receita de moqueca de peixe simples e deliciosa
+ 5 benefícios do jejum intermitente além de emagrecer
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Sucuris gigantes são flagradas em expedições de fotógrafos no MS