Esportes

Itair Machado deixa a UTI, mas segue internado em BH

O ex-vice de futebol do Cruzeiro está desde terça-feira, 4, no Hospital Madre Teresa por cnta de contágio da Covid-19

Itair Machado deixa a UTI, mas segue internado em BH

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

O boletim médico do Hospital Madre Teresa, onde se encontra internado o ex-vice-presidente de futebol do Cruzeiro, Itair Machado, informou que ele recebeu alta da Unidade de Tratamento Intensivo (UTI), mas ainda ficará na unidade de saúde se recuperando da Covid-19.

Itair Machado está internado desde terça-feira, 4 de agosto, sendo diagnosticado com a Covid-19, que teve complicações, gerando um quadro de pneumonia e descompensação de diabetes, uma das causas de risco de óbito pelo coronavírus.

O Madre Teresa informou que ele apresenta constante melhoria em seu quadro clínico, sem a necessidade de ventilação mecânica para respirar e, que desde a quarta-feira, 5, já se alimenta por via oral.

Itair Machado foi vice-presidente de futebol do Cruzeiro na gestão Wagner Pires de Sá, entre 2018 e 2019. O dirigente foi um dos pivôs da grave crise que a Raposa vive dentro e fora de campo, sendo considerado um dos responsáveis pela quebradeira financeira que o time celeste vive.

Veja também

+Cidadania divulga calendário de pagamentos da extensão do auxílio emergencial

+MasterChef: competidora lava louça durante prova do 12º episódio’

+ Veja mudanças após decisão do STF sobre IPVA

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ Entenda por que seu cão segue você até no banheiro

+ Nova Honda CB125F 2021 consegue fazer o recorde de 67 km/l

+ Fazenda 2020: Mariano e Jake se beijam na área externa da casa

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea