Economia

Itaipu conclui abertura de vertedouro com elevação de 3 metros do rio Paraná

A operação de abertura de vertedouro da usina hidrelétrica binacional de Itaipu, concluída na última sexta-feira, elevou o rio Paraná em três metros, permitindo a movimentação total de 170 barcaças paraguaias carregadas de soja que estavam retidas devido à estiagem do rio. Com a elevação do nível, as barcaças seguiram para os portos da Argentina e Uruguai.

Para atender à meta diária de defluência média de 8.500 metros cúbicos por segundo (m?/s) de água, no período entre 18 e 29 de maio, além de aumentar a produção da usina, foi necessário abrir o vertedouro da Itaipu em nove ocasiões. O vertimento, no entanto, ficou 19% abaixo do que havia sido previsto, economizando a matéria-prima da usina. “Esta quantidade de água que não foi vertida ficará armazenada no reservatório e, quando for utilizada, poderá gerar energia suficiente para abastecer uma cidade do porte de Curitiba por três dias”, disse a estatal em nota.

Ao final da operação especial, o nível do reservatório ficou 80 centímetros acima do que tinha sido inicialmente calculado. O motivo foi a chegada das chuvas, tanto no reservatório quanto nos rios afluentes, que contribuem para a formação da vazão incremental, a montante da barragem.

Veja também

+ Entenda como a fase crítica da pandemia de Covid-19 pode ter sido superada em SP
+ Tubarão-martelo morde foil de Michel Bourez no Tahiti. VÍDEO
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Ford Ranger supera concorrentes e é líder de vendas
+ Cantora Patricia Marx se assume lésbica aos 46 anos de idade
+ Saiba em quais lugares o contágio pelo novo coronavírus pode ser maior