Mundo

Israel se junta aos EUA e anuncia saída da Unesco

TEL AVIV, 12 OUT (ANSA) – O gabinete do primeiro-ministro de Israel, Benjamin Netanyahu, informou que ele deu instruções para “preparar” a retirada de Israel da Unesco, em paralelo com a saída dos Estados Unidos.   

“A decisão do presidente Trump é corajosa e moral, porque a Unesco se tornou um teatro do absurdo e porque, ao invés de preservar a história, ela a distorce”, declarou o premier.   

A decisão dos EUA entrará em vigor no dia 31 de dezembro de 2018 e, após esse período, Washington se tornará “observador permanente” da entidade. (ANSA)