Um total de 82 militares israelenses morreram desde o início da ofensiva lançada dentro da Faixa de Gaza para “aniquilar o Hamas”, informou nesta terça-feira (5) o escritório de comunicação do exército israelense à AFP.

Um relatório anterior mencionava 80 soldados mortos.

Após três semanas de bombardeios diários, Israel lançou uma ofensiva terrestre na Faixa de Gaza em 27 de outubro, em resposta ao ataque surpresa lançado em 7 de outubro no sul de Israel por milicianos do Hamas.

Os islamistas mataram 1.200 pessoas nos seus ataques em vários pontos, a maioria civis, mas também mais de 300 soldados, segundo as autoridades israelenses.

As operações israelenses na Faixa de Gaza deixaram pelo menos 16.248 mortos, a maioria civis, indicou nesta terça-feira o gabinete de imprensa do movimento islamista Hamas, que governa o enclave palestino desde 2007.

myl-ayv/gab/avl-jvb/mb/aa/ic

Assine nossa newsletter:

Inscreva-se nas nossas newsletters e receba as principais notícias do dia em seu e-mail


Siga a IstoÉ no Google News e receba alertas sobre as principais notícias