Tecnologia & Meio ambiente

Israel combate incêndios após registrar recorde de calor

Israel combate incêndios após registrar recorde de calor

Um avião combate um incêndio em Jerusalém, em 18 de julho de 2019, provocado por uma onda de calor - AFP

Israel enviou nesta quinta-feira (18) equipes de bombeiros e aviões para conter um incêndio perto de Jerusalém, depois de ter registrado um histórico recorde de calor que multiplicou as chamas em florestas.

Em Sodoma, perto do Mar Morto (leste), “foi registrada uma temperatura máxima de 49,9 graus Celsius” na quarta-feira, um “recorde” desde a criação de Israel em 1948, informou o serviço meteorológico.

Cerca de 100 incêndios foram registrados em Israel nos últimos dias e “pelo menos três ou quatro locais foram evacuados”, disse uma porta-voz do Ministério da Segurança Interna à AFP, acrescentando que não foi registada nenhuma vítima e que as causas devem-se a atos de negligência e que se intensificaram devido “às altas temperaturas, a seca e os ventos”.

Perto de Jerusalém, ao redor da antiga cidade árabe abandonada de Lifta, um incêndio mobilizou doze equipes de bombeiros e quatro aviões nesta quinta-feira. Segundo a porta-voz do ministério, o incêndio foi controlado à tarde.