Israel anunciou, nesta segunda-feira (27), que está investigando um bombardeio na Faixa de Gaza no domingo que deixou várias vítimas civis e que, segundo o Exército, tinha como alvo os milicianos do Hamas.

“De acordo com os primeiros dados, ocorreu um incêndio após o ataque. Os terroristas estavam escondidos no porão”, disse o porta-voz do governo israelense, Avi Hyman, em entrevista coletiva.

“Estamos investigando. Qualquer perda de vidas, de vidas civis, é grave e terrível”, acrescentou, garantindo que Israel “tenta limitar as vítimas civis”.

Segundo Hyman, o ataque teve como alvo dois membros do Hamas responsáveis por “inúmeros ataques em Judeia e Samaria”, denominação que alguns membros do governo israelense usam para se referir à Cisjordânia ocupada.

bur-jd/hgs/pc/an/aa/fp