Esportes

Isaquias Queiroz se sagra campeão mundial sub-23 na Romênia

Um dos maiores destaques do Brasil na Olimpíada do Rio de Janeiro, Isaquias Queiroz faturou neste sábado a medalha de ouro no Mundial de Canoagem Velocidade Júnior e Sub-23, em Pitesti, na Romênia. Ele se sagrou campeão mundial na prova C1 1000 metros.

O atleta de 23 anos faturou o ouro pela primeira vez neste Mundial, que, curiosamente, disputa pela última vez. No Rio de Janeiro, no ano passado, ele brilhou nos Jogos Olímpicos ao conquistar três medalhas – duas pratas e um bronze. Uma das pratas foi conquistada justamente no C1 1000m.

“Eu estou feliz com o resultado. Vim para pegar ritmo de competição e a maior dificuldade foi enfrentar o vento e as ondas do que propriamente os adversários. Consegui superar os concorrentes e, voltando para o Brasil, foco na minha preparação para o Mundial da República Tcheca, que é onde preciso remar bastante para garantir, se Deus quiser, uma medalha de ouro”, disse Isaquias, após faturar o título sub-23.

Antes de iniciar sua preparação para o Mundial na versão adulta, o brasileiro disputará mais uma prova na Romênia. Neste domingo, ele vai competir na C1 200m. Em outras participações de brasileiros neste sábado, Jacky Godmann foi o sétimo na final Júnior do C1 1000m. Sávio Santana e Helton Silva terminaram em oitavo lugar na Final B do C2 1000m Júnior.

Veja também

+ Cantora MC Venenosa morre aos 32 anos e família pede ajuda para realizar velório
+ Homem salva cachorro da boca de crocodilo na Flórida
+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"
+ Truque para espremer limões vira mania nas redes sociais
+ Mulher finge ser agente do FBI para conseguir comida grátis e vai presa
+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona
+ MasterChef: Fogaça compara prato com comida de cachorro
+ Zona Azul digital em SP muda dia 16; veja como fica
+ Estudo revela o método mais saudável para cozinhar arroz
+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?
+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago
+ Cinema, sexo e a cidade
+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel