Esportes

Irreconhecível em campo, Grêmio é derrotado pela Universidad Católica

Equipe gaúcha sofre com a marcação, pouco cria durante os 90 minutos e é superada fora de casa; resultado coloca o time chileno na briga por uma vaga no Grupo E

Irreconhecível em campo, Grêmio é derrotado pela Universidad Católica

+ SP deve receber cinco milhões de doses de vacina chinesa em outubro, diz Doria

E o retorno da CONMEBOL Libertadores não foi do jeito que o torcedor do Grêmio gostaria. Na noite desta quarta-feira (16), o time de Renato acabou sendo superado por 2 a 0 pela Universidad Católica, no estádio San Carlos de Apoquindo, na capital Santiago.

Com o resultado, o time comandado por Renato Gaúcho parou nos 4 pontos, porém mantendo-se na segunda colocação, e agora já mira o Gre-Nal, no Beira-Rio. Já o time comandado Ariel Holan chegou aos 3 pontos, saindo da lanterna da chave, e terá agora o América de Cali pela frente, na casa dos colombianos.

INÍCIO DE CONFRONTO BASTANTE MOVIMENTADO

Com as duas equipes na expectativa de garantir três pontos, principalmente a Católica que, até então, não sabia o que é vencer na fase de grupos, o foco era partir pra ataque. Sendo assim, nos primeiros 10 minutos, os chilenos, com Puch já deram trabalho ao goleiro Vanderlei, porém o Grêmio respondeu rápido no lance seguinte com a finalização de Luiz Fernando, mas que acabou sendo anulada com um impedimento sendo flagrado na jogada.

TRICOLOR COM DIFICULDADES NA CRIAÇÃO

Até meados dos 20 minutos, a equipe comandada por Ariel Holan seguia melhor em campo. Apostando em jogadas aéreas, os donos da casa ainda testavam a todo momento o arqueiro brasileiro com chutes de longa distância, mas que mantinha-se atento nos lances. Por outro lado, a equipe de Renato não havia dado uma finalização sequer contra Dituro, além dos erros de passes que tiravam a paciência de Renato Gaúcho.

GRÊMIO MELHORA, MAS CHILENOS CONSEGUEM ABRIR BOA VANTAGEM

Até a reta final da primeira, a equipe da capital gaúcha passou a aparecer em seu campo de ataque com um pouco mais de frequência. Entretanto, com Diego Souza apagado, além de Alisson e Luiz Fernando muito bem marcados, além de ter perdido Geromel que acabou sendo substituído por Rodrigues, abria espaço para as jogadas do adversário, como aos 43, com Zampedri, que, ao pegar o rebote, finalizou bonito sem chances para Vanderlei.

Motivada pelo tento marcado, a Católica partiu pra cima. Sendo assim, dois minutos depois, em uma desatenção do sistema defensivo do Tricolor, Pinares recebeu bom passe e, ao dar um chapéu no camisa 1, mandou para o fundo das redes. 2 a 0.

MUDANÇAS NÃO SURTEM EFEITO E CATÓLICA SEGUIA NA PRESSÃO

Mesmo voltando com o esquema tático inicial, Renato deixou o tempo correr um pouco para mudar duas vezes em sua equipe, colocando Robinho e Ferreira nos lugares de Luiz Fernando e Isaque, respectivamente. Porém, mesmo com s trocas, os Cruzados seguiam muito mais próximo do terceiro tento, como na chance de Aued, assustando a equipe brasileira.

POUCA CRIATIVIDADE, MAIS ERROS DE PASSE E EXPULSÃO DE BRAZ

Relativamente mantendo um pouco mais a posse de bola, o Grêmio ainda pecava na falta de finalização, além dos vários erros de passes de seus atletas em campo. E para piorar ainda mais a situação, David Braz acabou sendo expulso ao fazer uma falta no rival, complicando a situação ainda mais.

MINUTOS FINAIS COM OS CHILENOS ADMINISTRANDO O RESULTADO

Mesmo com o Triclor tentando descontar no marcador, a equipe local preferiu tocar a bola até os últimos minutos dando a deixa para a arbitragem colocar um ponto final no Estádio San Carlos de Apoquindo para lamentação de Renato Gaúcho e seus comandados.

FICHA TÉCNICA
UNIVERSIDAD CATÓLICA 2×0 GRÊMIO

Local: Estádio San Carlos de Apoquindo, Santiago,Chile
Data-Hora: 16/09/2020 – 21h30 (Horário de Brasília)
​Árbitro: Dario Herrera (ARG)
Assistentes: Juli Fernandez (ARG) e Cristian Navarro (ARG)
​Cartões amarelos: Zampedri (CHI); David Braz (GRE)
​Cartões vermelhos: David Braz (GRE)
Gols: Zampedri (aos 43’/1ºT) e Pinares (aos 45’/1ºT) (CAT)

UNIVERSIDAD CATÓLICA: Dituro; Fuenzalida, Lanaro, Huerta e Rebolledo; Saavedra (Francisco Silva, aos 37’/2ºT), Pinares (Marcelino Núñez aos 37’/2ºT) e Aued; Lezcano (Munder, aos 43’/2ºT), Zampedri (Valencia, aos 37’/2ºT) e Puch (Buonanotte, aos 46’/2ºT). Técnico: Ariel Holan.

GRÊMIO: Vanderlei; Orejuela, Pedro Geromel (Rodrigues, aos 41’/1ºT), David Braz e Bruno Cortez; Darlan (Guilherme Azevedo, aos 25’/2ºT), Matheus Henrique e Isaque (Ferreira, aos 7’/2ºT); Luiz Fernando (Robinho, aos 6’/2ºT), Alisson (Rildo, aos 25’/2ºT) e Diego Souza. Técnico: Renato Gaúcho.

Veja também

+Após ficar internada, mulher descobre traição da mãe com seu marido: ‘Agora estão casados’

+ Por decisão judicial, Ciro Gomes tem imóvel penhorado em processo com Collor

+ Jovem é suspeita de matar namorado com agulha de narguilé durante briga por pastel

+ Baleia jubarte consegue escapar de rio cheio de crocodilos na Austrália

+ MasterChef: mesmo desempregado, campeão decide doar prêmio

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ 12 razões que podem fazer você menstruar duas vezes no mês

+ Arqueólogo leva 36 anos para montar maquete precisa da Roma Antiga

+ Senado aprova alterações no Código de Trânsito Brasileiro

+ Por que não consigo emagrecer? 7 possíveis razões

+ O que é pior para o seu corpo: açúcar ou sal?

+As 10 picapes diesel mais econômicas do Brasil

+ Cozinheira desiste do Top Chef no 3º episódio e choca jurados

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Educar é mais importante do que colecionar

+ Pragas, pestes, epidemias e pandemias na arte contemporânea