Mundo

Irmão de Pablo Escobar desmente sobrinho sobre saco com dinheiro encontrado em casa

Crédito: Reprodução/ El Tiempo

Um dos irmãos do traficante Pablo Escobar, Roberto Escobar Gaviria negou nesta quinta-feira (24) a história contada pelo sobrinho Nicolás Escobar, que teria encontrado uma sacola com dinheiro escondida na parede de seu apartamento na Colômbia.

Ao jornal “El Tiempo”, Roberto explicou que o apartamento em Medellín onde Nicolás afirma ter encontrado US$ 18 milhões (cerca de R$ 100 milhões) é onde mora e que o suposto saco com dinheiro não foi encontrado.

“Nicolás está enganando o mundo, dizendo que encontrou o dinheiro em uma propriedade em Las Palmas. Esta casa é minha, onde moro atualmente e onde estou há muitos anos. O que ele está dizendo é totalmente falso”, disse Roberto ao jornal colombiano.

De acordo com o sobrinho, ele também teria encontrado no compartimento secreto uma máquina de escrever, telefones por satélite, uma caneta folheada em ouro, uma câmera fotográfica e um filme com fotos.

“Toda vez que eu me sentava na sala de jantar e olhava na direção da garagem, eu via uma aparição entrando lá e depois sumindo. O cheiro dentro do esconderijo era horrível. Cem vezes pior do que um corpo em decomposição”, havia contado Nicolás à TV local.

Pablo Escobar morreu em um tiroteio com policiais em dezembro de 1993. Desde então, circulam rumores de que existem fortunas escondidas por ele em diversos pontos da Colômbia.

Veja também

+ Grave acidente do “Cake Boss” é tema de reportagem especial

+ Pudim japonês não tem leite condensado; aprenda a fazer

+ Conheça o phloeodes diabolicus "o besouro indestrutível"

+ Descoberta oficina de cobre de 6.500 anos no deserto em Israel

+ Teve o auxílio emergencial negado? Siga 3 passos para contestar no Dataprev

+ Caixa substitui pausa no financiamento imobiliário por desconto de até 50% na parcela

+ Cirurgia íntima: quanto custa e como funciona

+ Arrotar muito pode ser algum problema de saúde?

+ Tubarão é capturado no MA com restos de jovens desaparecidos no estômago

+ O processo de formação como obra

+ Arte e algoritmo: Uma genealogia

+ Radicalmente vivo